Meteorologia

  • 04 MARçO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Luta contra a pandemia "é a grande batalha" para autarca da Guarda

O presidente da Câmara Municipal da Guarda disse hoje que a luta contra a pandemia causada pela covid-19 é a "grande batalha" do momento e promete que a autarquia não deixará "ninguém para trás".

Luta contra a pandemia "é a grande batalha" para autarca da Guarda
Notícias ao Minuto

13:33 - 27/11/20 por Lusa

País Covid-19

"A luta contra a covid-19 é a grande batalha dos nossos dias. Quero garantir-vos que, na Guarda, não deixaremos ninguém para trás. Sinal disso, é a homenagem pública que hoje fazemos a todos aqueles que, no concelho da Guarda, têm estado na linha da frente do combate contra a pandemia, na primeira e na segunda vaga", disse hoje o autarca.

Carlos Chaves Monteiro (PSD) falava na sessão solene comemorativa do 821.º aniversário da cidade, que foi transmitida 'online' devido à pandemia.

No seu discurso, o autarca expressou a gratidão dos guardenses às instituições particulares de solidariedade social do concelho, com a atribuição da Medalha de Mérito Municipal, que foi recebida por Lino Maia, presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade Social, em representação de todas as instituições locais.

"Esta homenagem é a expressão do reconhecimento do município a todos os homens e mulheres, profissionais de saúde ou não, que têm estado ao lado dos doentes, dos idosos, dos carenciados, de todos os que precisam de ajuda numa hora tão difícil", afirmou.

O autarca disse também que "a hora é de proteger os que têm a saúde mais vulnerável ao novo coronavírus".

"É a hora de apoiar aqueles a quem a crise económica e social provocada pelo covid-19 mais tem castigado", sublinhou, lembrando que o município "tem-se desdobrado em medidas que visam cuidar dos doentes covid e apoiar todos aqueles que, não estando doentes, são vítimas indiretas da pandemia".

Indicou que foram aplicadas 25 medidas excecionais que vão desde disponibilizar alojamento temporário para doentes de lares, até à distribuição de refeições a famílias e jovens, passando pelo apoio à atividade empresarial.

Carlos Chaves Monteiro referiu, no entanto, que a luta contra a covid-19 não "retira o ânimo" ao executivo que lidera nem "faz desistir de construir um futuro onde as dificuldades do presente serão superadas".

"E não nos retira do rumo que, no nosso interior, temos traçado de forma bem clara para os próximos anos: vamos continuar a conduzir a Guarda para um grande ciclo de aumento da qualidade de vida dos seus habitantes, com a subida sustentada do seu rendimento médio 'per capita'", garantiu.

O autarca também disse que nos últimos anos o concelho "iniciou um ciclo de desenvolvimento sem precedentes na sua história" e apontou vários investimentos em curso e outros projetados.

"A cidade tem-se afirmado como uma nova centralidade na região Centro. (...) Vamos ter na Guarda fábricas de meios de transportes ligados à mobilidade elétrica, como bicicletas híbridas. Estamos a montar um 'porto seco' com o Porto de Leixões, criando um eixo mercantil rodoviário, ferroviário e portuário entre a Guarda e o Porto", referiu.

Na mesma sessão 'online' também foram escutadas intervenções de Cidália Valbom, presidente da Assembleia Municipal da Guarda, e da comissária europeia para a coesão e reformas Elisa Ferreira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório