Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
19º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Violência no namoro. Denunciar para "acabar com este 'amor envenenado'"

GNR recorda que “quando há violência, não existe amor”.

Violência no namoro. Denunciar para "acabar com este 'amor envenenado'"

A Guarda Nacional Republicana (GNR) apelou mais uma vez, esta terça-feira, a quem sofra de violência no namoro, ou que tenha presenciado algum crime deste género, que denuncie o mesmo às autoridades.

Numa publicação partilhada na página de Facebook da entidade, a GNR começou por relembrar que “quando há violência, não existe amor” e que juntos temos de acabar com este “amor envenenado”.

“Diz não à violência no namoro! É importante que todos tomem consciência desta realidade para que juntos possamos acabar com este ‘amor envenenado’. A violência no namoro é um ato de violência, pontual ou contínua, cometida por um dos parceiros (ou por ambos), numa relação de namoro, com o objetivo de controlar, dominar e ter mais poder do que a outra pessoa envolvida na relação”, explicaram os militares.

Na mesma partilha, a GNR deixa os contactos para onde as vítimas ou testemunhas podem ligar para denunciar o crime.

“Se foste vítima ou testemunhaste algum crime, é muito importante que o denuncies às autoridades. Não tens de suportar esta situação sozinho/a. Consulta todos os contactos da GNR aqui", lê-se na publicação.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório