Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

CVP cria movimento para financiar projetos de saúde e apoio humanitário

A Cruz Vermelha Portuguesa criou hoje um movimento para financiamento de meios necessários ao desenvolvimento de iniciativas, projetos e operações no quadro da prevenção e controlo da pandemia de Covid-19, avançou à Lusa o presidente da organização.

CVP cria movimento para financiar projetos de saúde e apoio humanitário
Notícias ao Minuto

19:58 - 20/03/20 por Lusa

País Covid-19

"O movimento '#Eu Apoio Quem Ajuda' foi criado a pensar em quem não pode ficar em casa", disse à agência Lusa Francisco George.

O presidente da CVP explicou que o movimento se destina "ao financiamento de meios necessários ao desenvolvimento de iniciativas, projetos e operações no âmbito da Saúde, mas também em termos de apoio humanitário no quadro da prevenção e controlo da pandemia de Covid-19".

O primeiro a associar-se ao movimento foi o presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, Eduardo Oliveira, que iniciou "a movimentação da conta bancária com o montante de 10 mil euros, doados a título pessoal".

"É um exemplo de filantropia num momento tão delicado como o que se vive atualmente", salientou Francisco George, ressalvando que são bem-vindos donativos de qualquer valor.

"Os montantes destinados ao movimento não são sempre elevados, qualquer donativo será muito bem aceite porque cinco, mais cinco, mais cinco e mais cinco são vinte euros", adiantou.

É nesse contexto que o movimento faz um apelo "a todos os portugueses" para se associarem e colaborarem não só através da campanha, que visa a conta bancária ter meios para financiar projetos, mas também de outras formas.

Para tal foi criado o endereço eletrónico [email protected] que tem a possibilidade de receber comentários e de responder em termos informativos no que respeita aos donativos que agora já se iniciaram.

Além do primeiro doador outras empresas já iniciaram a movimentação de apoio à Cruz Vermelha Portuguesa no contexto deste movimento.

"O Pingo Doce anunciou apoio financeiro no montante de 10.000 euros para permitir a instalação de um sistema inovador de triagem de doentes no hospital da Cruz Vermelha", avançou o presidente da CVP.

Também a BP decidiu criar um plafond gratuito para a Cruz Vermelha de 18 mil euros de combustível destinado a ambulâncias, bem como a cadeia de hotéis Selina que disponibilizou quartos para acolher técnicos, médicos e enfermeiros que estão na linha da frente sobretudo nas ambulâncias de transporte de doentes que necessitem de pernoitar, adiantou.

Todos os movimentos da campanha serão refletidos diariamente na página da transparência da CVP, em '#Eu Apoio Quem Ajuda', e terá a supervisão do Revisor Oficial de Contas, Vitor Almeida.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório