Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

BE critica falta de meios de intervenção contra desigualdades nas escolas

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu hoje o aumento dos mecanismos de intervenção nas escolas para a criar condições de igualdade de aprendizagem em que ninguém fique para trás no sistema de ensino.

BE critica falta de meios de intervenção contra desigualdades nas escolas

"A desproteção da escola criou mais clivagens" entre alunos, afirmou Catarina Martins, criticando a falta de "mecanismos [nas escolas] para intervir junto das várias situações e criar condições de igualdade".

A líder do BE reagias às conclusões do PISA [um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE], hoje divulgadas e que apontam as dificuldades económicas como um dos fatores com efeitos negativos nos resultados escolares dos alunos portugueses.

Escolas com "menos professores, menos funcionários e equipas mais pequenas, dos mais variados tipos" significam deixar "muito mais alunos entregues a eles próprios", afirmou Catarina Martins, considerando que "os alunos que vêm já de um meio familiar mais protegido, com mais condições, acabam por ter privilégio na escola".

Para que as escolas possam fazer o acompanhamento dos alunos menos favorecidos, "precisam sobretudo de meios", como "turmas com menos alunos, equipas multidisciplinares, mais assistentes sociais e psicólogos", exemplificou.

Só assim os professores poderão não ter "um trabalho tão pesado e tão burocratizado" e "dedicar-se mais à aprendizagem", e, por seu lado, a escolas prestarem "o apoio que seja necessário para que ninguém fique para trás no sistema de ensino", concluiu Catarina Martins.

A líder do BE falava aos jornalistas no final de um debate sobre o Clima, em que hoje participou a convite dos estudantes da Escola Secundária Dona Inês de Castro, em Alcobaça.

A emergência climática e a necessidade de encontrar soluções para os problemas ambientais marcaram o arranque da conversa em que Catarina Martins abordou com os alunos as linhas programáticas do BE sobre temas como a privatização dos serviços públicos, o combate às desigualdades, a violência e a mudanças na representação política e equilíbrio de forças na Assembleia da República.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório