Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2019
Tempo
22º
MIN 19º MÁX 25º

Edição

Câmara do Porto quer ceder 10 viaturas à PSP por um período de oito anos

A Câmara do Porto vai propor a cedência de 10 veículos ligeiros à PSP, por um período de oito anos, podendo a mesma ser automaticamente renovada por períodos de um ano, desde que não exceda quatro renovações.

Câmara do Porto quer ceder 10 viaturas à PSP por um período de oito anos
Notícias ao Minuto

21:06 - 03/07/19 por Lusa

País PSP

De acordo com a proposta, a que a Lusa teve hoje acesso, e que vai ser discutida na reunião de segunda-feira do executivo municipal, este protocolo pretende apoiar os Programas de Proximidade promovidos pela PSP, ajudando a mitigar os problemas da segurança decorrentes do crescimento do turismo, a incrementar estes programas e a tornar mais eficaz o patrulhamento da cidade.

Segundo município, "o número de viaturas foi identificado atendendo às necessidades operacionais identificadas pelo Comando Metropolitano da PSP do Porto para o robustecimento do Modelo Integrado de Policiamento de Proximidade (MIPP), assim como para ações policiais decorrentes de investigações criminais de proximidade".

Entre os programas de proximidade da PSP destacam-se, entre outros, as Equipas do Programa Escola Segura (EPES) e as Equipas de Proximidade de Apoio à Vítima (EPAV), bem como o projeto pioneiro a nível nacional do Gabinete de Apoio e Informação à Vítima (GAIV) e a respetiva Equipa Especializada de Intervenção com vítimas de Violência Doméstica (EEIVD).

Assim, e de acordo com o documento assinado pelo vice-presidente e vereador do pelouro da Inovação e Ambiente, Filipe Araújo, "a cedência dos 10 veículos ligeiros terá a duração de oito anos, podendo ser automaticamente renovável por períodos de um ano, até ao máximo de quatro renovações".

Com a celebração deste protocolo, a autarquia oficializa o anunciado em 12 de novembro de 2018, altura em que o presidente da Câmara do Porto, o independente Rui Moreira, anunciou que estava disponível para usar parte da receita da taxa turística para fornecer à PSP "meios que lhe têm faltado", pelo que ia propor à tutela a entrega de 10 viaturas.

"A Câmara do Porto está disponível para usar parte dessa receita para fornecer à PSP [Polícia de Segurança Pública] meios que lhe têm faltado para tornar mais eficaz o patrulhamento da cidade. Ou seja, iremos propor à tutela a entrega de 10 viaturas que irão colmatar uma carência que existe nos meios da PSP", afirmou nas comemorações dos 80 anos da Polícia Municipal do Porto.

À data, o independente avançava que em causa estariam "viaturas elétricas ou de baixo teor de emissões", que permitiriam mitigar os problemas de segurança que o número acrescido de pessoas provoca na cidade.

"O gesto que aqui anuncio hoje, da nossa disponibilidade de ajudar a PSP através da taxa turística, terá, seguramente, da parte da tutela acolhimento e equivalente esforço através do incremento de meios humanos que todos reconhecemos serem necessários", defendeu na altura.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório