Meteorologia

  • 24 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Acolhimento. "Há famílias em lista de espera entre 5 e 15 anos"

Uma instituição de solidariedade social luso-canadiana pretende construir um novo centro para acolher famílias idosas e pessoas portadoras de deficiência, disse hoje à agência Lusa uma fonte da instituição.

Acolhimento. "Há famílias em lista de espera entre 5 e 15 anos"

"Sem dúvida precisamos de mais lugares em Hamilton e em Toronto, mas o que necessitamos mais, é de um centro onde as famílias possam pernoitar e também permanecer durante o dia.

Há famílias em lista de espera entre cinco e 15 anos", alerta Jack Prazeres, presidente da Luso Canadian Charitable Society (LCCS).

O empresário e líder comunitário falava no sábado, em Mississauga, durante a iniciativa desportiva de angariação de fundos 'Volta Luso Charities', que juntou mais de 500 participantes em várias modalidades desportivas.

A LCCS é um centro de apoio social sem fins lucrativos que presta assistência a portugueses e lusodescendentes portadores de deficiência.

A instituição fundada em 2003 dispõe de três centros, em Toronto, Mississauga e Hamilton, que prestam assistência a cerca de 200 utentes diariamente.

"A lista do governo do Ontário de pessoas portadores de deficiência dá prioridade a utentes em emergência, quando o falece o pai ou a mãe. Quando isso não sucede, esperam mais de 10 anos e os pais já têm uma idade avançada e já não estão em condições de cuidar dos filhos. Queremos arranjar um centro para assistirmos essas famílias", explicou.

O governo provincial disponibiliza o programa de subsídio 'Passport' a adultos com 18 anos ou mais, para participarem nas atividades comunitárias, integrando-se de uma forma ativa na sociedade, mas "nem todos estão incluídos neste subsídio".

"Alguns não têm disponibilidade financeira para pagar e ajudamos no que for possível. Outros dispõem do Passport Funding, um subsídio do governo anual para as famílias. Mas continuamos a ser das instituições com o valor de serviços mais económicos e temos sem dúvida os melhores serviços", justificou.

Foram angariados mais de 165 mil dólares canadianos na 'Volta Luso Charities', que serão canalizados para os programas nos vários centros.

"Noventa e cinco por cinco do nosso dinheiro é distribuído para os programas. Quando mais canalizarmos, mais famílias prestamos auxílio. Não temos espaço para as imensas solicitações", concluiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório