Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 30º

Mais de 40 mil militares em 8 mil missões salvaram 671 vidas em 2018

Cerca de 41 mil militares das Forças Armadas realizaram em 2018 perto de oito mil missões em apoio às populações e em situações de emergência civil permitindo "salvar 671 vidas humanas", segundo o Estado-Maior das Forças Armadas.

Mais de 40 mil militares em 8 mil missões salvaram 671 vidas em 2018
Notícias ao Minuto

15:50 - 03/01/19 por Lusa

País EMGFA

"Em território nacional, as Forças Armadas realizaram 7.920 missões com empenhamento de 41.810 militares, em apoio direto às populações e proteção dos seus bens, bem como em situações de emergência civil, apoio que permitiu salvar 671 vidas humanas", refere um balanço hoje divulgado pelo Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA).

Os militares participaram ainda em 6.048 missões de apoio à Autoridade Nacional de Proteção Civil, ao Instituto da Conservação da Natureza e Florestas e no âmbito de protocolos de cooperação municipais.

Do total, 5.128 missões foram patrulhas de vigilância nas matas nacionais e perímetros florestais em 15 distritos, com empenhamento de militares da Marinha e do Exército.

As restantes 920 foram ações de engenharia realizadas pelo Exército em Aveiro, Leiria, Setúbal e Faro, acrescenta o EMGFA.

Quanto às missões internacionais, em 2018 as Forças Armadas estiveram presentes em 40 missões, com 2.260 militares dos três ramos das Forças Armadas, 42 viaturas táticas, nove navios e nove aeronaves, segundo o balanço divulgado.

O número total de militares empenhados em missões internacionais em 2018 fica abaixo da previsão avançada em fevereiro do ano passado pelo então Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, Pina Monteiro.

Em fevereiro de 2018, o general Pina Monteiro tinha estimado em pelo menos 2.800 o número de militares a empenhar o ano passado.

Em 2017, estiveram envolvidos cerca de 2.600 militares em missões internacionais, disse na mesma altura o então CEMGFA.

Esta diferença é atribuída pelo atual EMGFA à forma de contabilização do número de militares envolvidos nas missões internacionais.

Segundo o porta-voz do EMGFA, comandante Coelho Dias, no balanço hoje divulgado não estão incluídos os militares que as FA têm no âmbito dos compromissos com a NATO e a União Europeia, que preveem "battle groups" com militares em prontidão mas que não foram efetivamente empenhados no terreno em 2018.

Atualmente, decorrem missões na República Centro-Africana, Iraque, Afeganistão, Kosovo, Somália, Mali, Roménia, Colômbia e São Tomé e Príncipe, no âmbito da NATO, ONU, União Europeia ou no âmbito dos acordos de cooperação bilateral.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório