Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 14º

Edição

Amante de Rosa Grilo pediu alteração de medidas de coação

O advogado de António Joaquim confirmou este pedido e afirmou que o arguido explicou a sua versão dos acontecimentos de "uma forma mais pormenorizada".

Amante de Rosa Grilo pediu alteração de medidas de coação

António Joaquim, o amante de Rosa Grilo e suspeito do homicídio do triatleta Luís Grilo, foi ouvido na Sede da Polícia Judiciária de Lisboa a seu pedido. O seu advogado, Ricardo Serrano Vieira, confirmou em declarações aos jornalistas que pediu a alteração das medidas de coação para prisão domiciliária com pulseira eletrónica ou apresentações periódicas às autoridades. Nesta altura, Joaquim António encontra-se em prisão preventiva.

“Ele explicou de uma forma mais pormenorizada os factos que aconteceram nesse fim-de-semana (do desaparecimento de Luís Grilo) e nos dias seguintes”, frisou o advogado, que acrescentou que o seu cliente “estará sempre disponível para colaborar”.

No entanto, Ricardo Serrano Vieira recusou-se a esclarecer porque é que António Joaquim foi ouvido na Sede da PJ em Lisboa e não em Vila Franca de Xira.

Rosa Grilo e António Joaquim foram detidos a 26 de setembro por suspeitas de serem os autores do homicídio do triatleta. 

Rosa Grilo alertou às autoridades para o desaparecimento de Luís Grilo no dia 16 de julho. O corpo do triatleta foi encontrado mais de um mês depois e apresentava sinais de agressões violentas. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório