Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2021
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Mãe morre ao proteger a filha no atentado de São Petersburgo

O balanço mais recente do atentado suicida de segunda-feira dá conta de 14 vítimas mortais e 51 pessoas feridas, sendo que quatro estão em estado grave.

Mãe morre ao proteger a filha no atentado de São Petersburgo

Irina Medyantseva é uma das 14 vítimas que ontem perderam a vida na sequência do ataque bombista suicida levado a cabo no metro de S. Petersburgo, na Rússia.

De acordo com o noticiado pelo jornal Evening Standard que a mulher de 50 anos se deitou sobre a filha Yelena, de 29 anos, salvando-lhe, desta forma, a vida, pois protegeu-a do maior impacto da explosão.

Porém, a jovem ainda não está totalmente a salvo, uma vez que foi submetida a uma intervenção cirúrgica e encontra-se agora nos cuidados intensivos.

Notícias ao Minuto

Entre as vítimas mortais encontramos pessoas de diferentes idades, desde uma jovem de 15 anos a um idoso de 71 anos.

De acordo com o jornal russo Kommersant, as autoridades locais sabiam que um atentado estava a ser preparado, pois haviam detido e interrogado um elemento do Estado Islâmico quando este regressara à Rússia oriundo da Síria.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório