Identificado alegado autor do dossier comprometedor acerca de Trump

Dossier contém, alegadamente, informação comprometedora de Donald Trump.

© Reuters
Mundo Documento

Christopher Stelle, um antigo oficial britânico, terá sido o autor do dossier sobre Trump, avança o Wall Street Journal.

PUB

O homem que é agora o diretor de uma empresa de investigação e segurança privada terá sido responsável pela coletânea de documentos que contém material alegadamente comprometedor contra o presidente dos Estados Unidos, que estaria na posse do Governo russo.

Recorde-se que já tinha sido avançado pela televisão de Atlanta, que parte da informação apurada foi obtida por um ex-agente do serviço de informações britânico MI6, que esteve colocado em Moscovo na década de 1990 e agora tem uma empresa. As suas investigações começaram por ser financiadas por apoiantes de opositores de Trump durante as primárias republicanas.

A informação comprometedora, de caráter pessoal e financeiro, seria de conhecimento muito reservado. Apenas Obama, Trump e os quatro líderes partidários do Congresso e os quatro principais membros das comissões de Informações do Senado e da Casa dos Representantes conheceriam o seu conteúdo, além dos dirigentes dos serviços de informações.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser