Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2020
Tempo
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Alunas agridem-se violentamente em escola do Uruguai

A direção do estabelecimento de ensino indica que o incidente está a ser investigado. O sindicato dos professores diz que estes casos são raros.

Alunas agridem-se violentamente em escola do Uruguai

Os casos de bullying fazem, por estes dias, correr muita tinta nos jornais nacionais, nomeadamente com reaparecimento do vídeo onde um menor é agredido por vários colegas, na Figueira da Foz.

No entanto, estes casos não chamam a atenção apenas por terras lusas. Noticia-se esta quinta-feira no site uruguaio El Observador o caso de um vídeo de uma violenta luta entre duas estudantes, dentro de uma instituição de ensino.

O caso aconteceu no liceu Dámaso Antonio Larragaña e envolve duas jovens de 16 anos que são colegas de turma. Terá começado com uma troca de palavras acesa e termina com uma das adolescentes com o rosto coberto de sangue.

O incidente, conta a mesma publicação, contou com a intervenção de vários jovens enquanto um deles filmava, pondo depois o vídeo a circular na rede social Whatsapp.

A instituição de ensino está a analisar o caso e as mães das alunas já foram chamadas ao liceu para reunir com a direção. As alunas não comparecem às aulas.

Um responsável pela organização que sindicaliza os professores no Uruguai (Fenapes) adiantou ao El Observador que existe legislação para quando um funcionário é agredido mas não para alunos.

O mesmo responsável indica ainda que não se propôs ainda nenhum procedimento oficial para estes casos porque, refere, “só acontecem dois ou três casos destes por ano em todos os liceus do país”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório