Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 24º

Edifício que ruiu em Palma de Maiorca não tinha as devidas licenças

O acontecimento trágico provocou a morte de duas mulheres alemãs, de 20 e 30 anos, um homem senegalês, de 44, e uma mulher espanhola, de 33, que trabalhava no local.

Edifício que ruiu em Palma de Maiorca não tinha as devidas licenças
Notícias ao Minuto

17:38 - 28/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Espanha

O edifício que albergava um bar e restaurante que ruiu na quinta-feira passada, em Palma de Maiorca não tinha as devidas autorizações. Na sequência do sucedido, quatro pessoas morreram.

Ao que tudo indica, o desabamento do piso do terraço no primeiro andar foi causado pela "combinação" de excesso de peso e por algumas obras realizadas irregularmente no edifício, de acordo com o presidente da Câmara Municipal de Palma de Maiorca, Jaime Martínez, durante uma conferência de imprensa realizada esta terça-feira.

"Não deveria ter havido qualquer atividade no topo (do edifício)", afirmou o porta-voz dos bombeiros, Eder García, explicando que a conclusão preliminar dos Bombeiros de Palma, constante de um relatório enviado à Polícia Nacional dava conta de uma sobrecarga de 21 pessoas no terraço no momento do desabamento.

Martínez destacou que a esplanada não possuía licença de atividade municipal para poder receber clientes, pelo que a utilização daquela área era ilegal.

O acontecimento trágico provocou a morte de duas mulheres alemãs, de 20 e 30 anos, um homem senegalês, de 44, e uma mulher espanhola, de 33, que trabalhava no local.

Palma de Maiorca é muito popular entre os turistas, nomeadamente o espaço de diversão - o Medusa Beach Club - que se situava perto da praia, zona muito movimentada da ilha.

Leia Também: Já foram identificadas as vítimas mortais da tragédia em Palma de Maiorca

Recomendados para si

;
Campo obrigatório