Meteorologia

  • 19 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 21º

Adolescente mata pais e irmã no Brasil e confessa: "Faria tudo novamente"

Menor foi "frio" enquanto contava tudo o que se tinha sucedido às autoridades. Recorde-se que, quando a polícia chegou ao local do crime, encontrou os três corpos já em decomposição e a arma do crime na mesa da sala, ainda com munições.

Adolescente mata pais e irmã no Brasil e confessa: "Faria tudo novamente"
Notícias ao Minuto

17:42 - 21/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Brasil

Na passada sexta-feira, em São Paulo, no Brasil, um adolescente de 16 anos matou os pais adotivos e a irmã, na casa que os quatro partilhavam. O jovem, que foi detido na madrugada de segunda-feira após ter telefonado às autoridades para confessar os crimes, não mostrou qualquer arrependimento durante o posterior depoimento e afirmou que "faria tudo novamente", revelou a CNN Brasil.

O mesmo meio avançou ainda que o menor foi "frio" enquanto contava tudo o que tinha sucedido. Recorde-se que, quando a polícia chegou ao local do crime, encontrou os três corpos já em decomposição e a arma do crime na mesa da sala, ainda com munições.

Nos dias entre matar os familiares e telefonar às autoridades com a confissão, o jovem terá seguido uma rotina relativamente normal tendo, inclusivamente, ido ao ginásio.

As discussões entre eles seriam frequentes e, em depoimento, o suspeito revelou que já tinha pensado em matar os pais noutra ocasião - só que não seguiu em frente com o plano, conta ainda a CNN Brasil.

Como tudo aconteceu?

Tudo terá começado na quinta-feira, quando os pais chamaram o menor de "vagabundo", além de lhe terem retirado o telemóvel. Não podendo usar o aparelho para fazer uma apresentação da escola, planeou a morte, adiantaram os meios brasileiros.

O pai, Isac Tavares Santos, de 57 anos, a mãe, Solange Aparecida Gomes, de 50 anos, e a irmã, Letícia Gomes Santos, de 16 anos, foram mortos com a arma do progenitor, que era Guarda Civil Municipal em Jundiaí.

O adolescente contou às autoridades que sabia onde é que o pai escondia a arma e que a testou no colchão momentos antes de levar a cabo o primeiro homicídio. O jovem atirou contra o progenitor, que estava de costas na cozinha. A irmã ouviu e, ao ver o que se passava, foi baleada na cara.

Adolescente mata pais adotivos e irmã por lhe terem retirado o telemóvel

Adolescente mata pais adotivos e irmã por lhe terem retirado o telemóvel

As autoridades localizaram o jovem na casa da família, que o adolescente decidiu assassinar por, na quinta-feira, os pais o terem "chamado de vagabundo", além de lhe terem retirado o telemóvel.

Notícias ao Minuto | 15:39 - 20/05/2024

Depois, o jovem foi para o ginásio e, quando regressou, esperou pela chegada da mãe, que foi morta quando viu os corpos do marido e da filha. O adolescente colocou também uma faca no corpo da progenitora, no dia seguinte.

Em causa estão crimes de homicídio, feminicídio, posse ou porte ilegal de arma e profanação de cadáver. A investigação prossegue.

Leia Também: Brasil. Jovem português que instigava ataques suspeito em 4 investigações

Recomendados para si

;
Campo obrigatório