Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 26º

Toda a gente se chamará Sato no Japão em 2531 (a menos que lei mude)

Lei exige que os cônjuges tenham o mesmo sobrenome.

Toda a gente se chamará Sato no Japão em 2531 (a menos que lei mude)
Notícias ao Minuto

20:03 - 02/04/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Japão

Os cidadãos japoneses terão todos o mesmo nome de família dentro de 500 anos, a menos que os casais sejam autorizados a usar sobrenomes separados, sugere um novo estudo. 

O estudo, liderado por Hiroshi Yoshida, professor de economia na Universidade de Tohoku, e citado pelo The Guardian, avança que, se o Japão continuar a insistir que os casais escolham um único apelido, todos os japoneses serão conhecidos como 'Sato-san' até 2531.

"Se todos se tornarem Sato, talvez tenhamos de ser chamados pelos nossos primeiros nomes ou por números", afirmou o professor. 

Sato já está no topo da lista dos sobrenomes japoneses, representando 1,5% da população total, de acordo com um estudo de março de 2023, com Suzuki em segundo lugar.

O estudo publicado em março chegou às redes sociais apenas esta segunda-feira, dia 1 de abril, levando muito internautas a achas que se tratava de uma mentira típica do dia. 

Uma nação de 'Satos' "não será apenas inconveniente, mas também minará a dignidade individual", prosseguiu, acrescentando que a tendência também levaria à perda da herança familiar e regional.

De acordo com os cálculos de Yoshida, a proporção de japoneses chamados Sato aumentou 1,0083 vezes de 2022 para 2023. Supondo que a taxa permaneça constante e não haja mudança na lei sobre sobrenomes, cerca de metade da população japonesa terá esse nome em 2.446, aumentando para 100% em 2531.

Os casais no Japão têm que escolher qual sobrenome partilhar quando se casam, mas em 95% dos casos é a mulher quem muda de nome.

Embora o governo tenha permitido que nomes de solteira apareçam ao lado de nomes de casados ​​em passaportes, cartas de condução e certificados de residência, o Japão continua a ser o único país que exige que os cônjuges usem o mesmo nome.

Leia Também: Morreu Tan Tan, a panda mais velha do Japão. Tinha 28 anos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório