Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 24º

Vídeo com oficiais? Alemanha acusa Rússia de tentar desestabilizar o país

O ministro da Defesa alemão acusou hoje o Presidente russo, Vladimir Putin, de tentar "desestabilizar" o país, na sequência da transmissão, a partir da Rússia, de conversas confidenciais entre oficiais alemães sobre o fornecimento de armas à Ucrânia.

Vídeo com oficiais? Alemanha acusa Rússia de tentar desestabilizar o país
Notícias ao Minuto

16:52 - 03/03/24 por Lusa

Mundo Alemanha

"O objetivo é claramente minar a nossa unidade (...), semear a divisão política em casa, e espero sinceramente que Putin não tenha sucesso e que permaneçamos unidos", defendeu Boris Pistorius, em declarações aos jornalistas.

Acrescentou que a divulgação da gravação é simplesmente uma tentativa de "desestabilizar" e por em causa a unidade do país.

Uma gravação áudio de uma reunião por videoconferência de oficiais de alta patente foi publicada nas redes sociais da Rússia na sexta-feira.

Nesta conversa, os participantes discutiram a possibilidade de entregar mísseis de longo alcance Taurus de fabrico alemão a Kiev, o que seria necessário para permitir que as forças ucranianas os utilizassem e o seu possível impacto.

O Ministério da Defesa alemão confirmou no sábado que a gravação era autêntica e que tinha sido "intercetada".

O seu conteúdo é altamente embaraçoso para a Alemanha, uma vez que Berlim se recusa oficialmente a entregar mísseis Taurus a Kiev, argumentando que existe o risco de uma escalada da guerra.

Além disso, os oficiais são ouvidos a revelar pormenores sobre a forma como o Reino Unido e a França estão a ajudar o exército ucraniano a utilizar os mísseis Scalp que os dois países estão a fornecer a Kiev.

Leia Também: Ministério da Defesa alemão confirma interceção de conversas entre oficiais

Recomendados para si

;
Campo obrigatório