Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 24º

Alemanha assina acordos policiais com Brasil, Peru, Equador e Colômbia

O Governo alemão anunciou hoje novos acordos de cooperação policial com o Brasil, Peru, Equador e Colômbia para combater os cartéis de droga, o tráfico de seres humanos, o branqueamento de capitais e atentados ambientais.

Alemanha assina acordos policiais com Brasil, Peru, Equador e Colômbia
Notícias ao Minuto

13:45 - 03/03/24 por Lusa

Mundo Alemanha

"O negócio de biliões de dólares dos cartéis de droga conduz a uma espiral de violência incrível, que também vemos em algumas partes da Europa e que queremos evitar na Alemanha a todo o custo", disse a ministra do Interior alemã, Nancy Faeser, ao regressar de uma visita a vários países da América Latina.

"Ao mesmo tempo, a procura em massa de cocaína na Europa contribui para a violência brutal, o tráfico de seres humanos, a corrupção e a destruição do ambiente nos Estados de origem e de trânsito", afirmou a governante, em comunicado.

No caso do Brasil, a Alemanha acordou efetuar investigações conjuntas, enquanto no Peru foi assinada uma declaração de intenções com a Presidente Dina Boluarte, que conduzirá à assinatura de um acordo de segurança.

O ministério informou ainda no seu comunicado que, no Equador, "apesar da situação de tensão em termos de segurança", será colocado pela primeira vez um oficial de ligação no Departamento de Investigação Criminal.

Em relação à Colômbia, a Alemanha assinou uma declaração conjunta com as autoridades colombianas para reforçar a cooperação policial, estando previsto o lançamento de campanhas de prevenção conjuntas para alertar para os riscos do consumo de cocaína.

Através dos novos acordos, foi estabelecida uma "cooperação operacional direta", afirmou a ministra, acrescentando que o departamento de investigação criminal da polícia alemã participará em investigações conjuntas e ajudará a formar os seus homólogos nesses países.

"Juntos, queremos agir contra os mentores, descobrir as estruturas financeiras e trocar indicações sobre possíveis remessas de drogas o mais rápido possível", disse Faeser.

Leia Também: Portugueses na Alemanha optam por dupla nacionalidade para poderem votar

Recomendados para si

;
Campo obrigatório