Meteorologia

  • 18 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 25º

Tribunal recusa pedido de Trump para reduzir caução por fraude fiscal

O Tribunal de Nova Iorque rejeitou hoje o pedido dos advogados de Donald Trump para que pagasse apenas parte dos mais de 400 milhões de euros de multa aplicada pelo tribunal por fraude fiscal.

Tribunal recusa pedido de Trump para reduzir caução por fraude fiscal
Notícias ao Minuto

23:40 - 28/02/24 por Lusa

Mundo EUA

A informação está a ser avançada pela agência de notícias Associated Press (AP) que revela que o juiz Anil Singh, do tribunal de recurso de nível intermédio do Estado, recusou suspender a cobrança dos cerca de 420 milhões de euros (454 milhões de dólares) por fraude civil, que foi decidida a 16 de fevereiro.

Os advogados do ex-presidente tinham recorrido da decisão e pedido que pagasse apenas 92 milhões de euros (100 milhões de dólares), enquanto decorre o recurso, mas o juiz decidiu que Trump tem mesmo de pagar o valor total, a fim de impedir a execução da sentença.

No entanto, Singh concedeu agora alguns dos pedidos feitos pelos advogados de Trump, nomeadamente a suspensão de uma proibição de três anos de pedir empréstimos a bancos de Nova Iorque.

Os advogados alegaram que sem empréstimos seria impossível ao ex-presidente pagar a totalidade da caução.

No entanto, o principal candidato à nomeação presidencial republicana já afirmou que vale vários milhares de milhões de euros e testemunhou, no ano passado, que tinha cerca de 369 milhões de euros (400 milhões de dólares) em dinheiro, para além de propriedades e outros investimentos.

Leia Também: Advogados de Trump pedem suspensão de caução de 420 milhões de euros

Recomendados para si

;
Campo obrigatório