Meteorologia

  • 25 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 19º

Espanha detém um dos maiores fugitivos de França. Tinha "armas de guerra"

As imagens da detenção foram partilhadas pela polícia espanhola nas redes sociais. O homem tinha saído de França em março do ano passado, utilizando quatro identidades diferentes. Deverá ser extraditado no prazo de 40 dias.

Notícias ao Minuto

15:52 - 26/02/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Espanha

Um dos fugitivos “mais procurados de França” foi detido, no domingo, num bar em Salou, a poucos quilómetros de Tarragona, Espanha.

De acordo com o que as autoridades explicaram à agência France-Presse, trata-se de um traficante de droga, identificado como Jean-Anthony Blas, nascido em 1990.

As autoridades já tinham emitido um mandado de detenção europeu e o homem tem um extenso registo criminal.

As imagens da detenção foram partilhadas nas redes sociais da Polícia Nacional espanhola, que aponta que este homem enfrenta agora uma pena de prisão de dez anos no seu país. “Trata-se de um dos membros principais de um grupo dedicado à venda de estupefacientes nos principais locais de Marselha”, refere a polícia na rede social X (antigo Twitter).

O homem já tinha escapado às autoridades em março do ano passado, tendo usado quatro identidades durante o voo a partir do qual fugiu de França. Segundo a polícia espanhola, esta detenção eleva agora para 19 o número de membros importantes detidos no âmbito de operações ao tráfico de droga em Marselha, desde fevereiro de 2021 – em França e no estrangeiro.

A pena que o homem enfrenta agora em França está relacionada não só crimes com crimes de tráfico de droga, como também posse ilegal de armas, crimes contra a ordem e segurança públicas e pertença a um grupo criminoso organizado.

Segundo o que explicam as autoridades em comunicado, a rede da qual este homem faz parte “exporta regularmente canábis para Espanha e tinha um grande arsenal de armas de guerra”.

Durante a operação foram apreendidas não só armas como carros de luxo e mais de 300 mil euros.

O homem deverá agora ser extraditado para França no prazo de 40 dias.

Veja o vídeo na gaeria acima.

Leia Também: Um dos homens mais procurados da Europa vivia em Espanha há 15 anos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório