Meteorologia

  • 20 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

"Concordaram relutantemente". Pais de Petito e Laundrie chegam a acordo

A esperança da família da jovem é "encerrar este capítulo", para "seguir em frente e continuar a honrar o legado [da sua] linda filha, Gabby".

"Concordaram relutantemente". Pais de Petito e Laundrie chegam a acordo
Notícias ao Minuto

09:42 - 22/02/24 por Daniela Filipe

Mundo Gabby Petito

A família de Gabby Petito, a influencer norte-americana de 22 anos assassinada pelo noivo, Brian Laundrie, no verão de 2021, chegou a acordo com a família do jovem de 23 anos, na quarta-feira, no caso do processo judicial por danos emocionais. Evitarão, assim, ir a julgamento, que estava previsto arrancar em maio.

"Após um longo dia de mediação, uma resolução confidencial foi alcançada entre os pais de Gabby Petito, os pais de Brian Laundrie e o advogado Steven Bertolino, com a qual todas as partes concordaram relutantemente, a fim de evitar mais despesas legais e conflitos pessoais prolongados", adiantou a família da jovem, num comunicado divulgado pelo seu advogado e citado pela ABC News.

A declaração indicava ainda que a esperança de Joe Petito, Nichole Schmidt e dos respetivos companheiros, Tara Petito e James Schmidt, é "encerrar este capítulo", para "seguir em frente e continuar a honrar o legado [da sua] linda filha, Gabby".

"Christopher, Roberta Laundrie e eu participámos na mediação com a família Petito e o processo civil já foi resolvido. Os termos da resolução são confidenciais e esperamos deixar este assunto para trás", disse também Bertolino, em declarações à afiliada na NBC WFLA.

Recorde-se que os pais de Gabby Petito tinham apresentado uma ação judicial contra Roberta e Christopher Laundrie, assim como contra o advogado destes, Steven Bertolino, por danos emocionais. A família acreditava que os pais do noivo da filha recusaram atender as suas chamadas e mensagens quando esta desapareceu, além de terem conhecimento de que o filho tinha assassinado a jovem.

Foto de Gabby Petito mostra sinais de agressão. Família critica polícia

Segundo a família, Gabby terá tentado dar conta dos seus ferimentos às autoridades, que a ignoraram e "nada fizeram para investigar ou documentar" o episódio.

Notícias ao Minuto | 17:38 - 09/02/2023

A família de Gabby está, também, a processar a polícia de Moab, tanto por negligência na contratação e treino dos seus agentes, como pela forma como os seus efetivos lidaram com uma denúncia por violência doméstica, a 12 de agosto daquele ano.

Na altura, uma testemunha disse ter visto Brian a agredir Gabby, tentando tirar-lhe o telemóvel e deixá-la em frente a uma mercearia de Moab. Mais tarde, as autoridades localizaram o casal, tendo a jovem confessado que andavam a discutir mais frequentemente e que tinha agredido Brian numa dessas ocasiões.

Os agentes consideraram, por isso, que a influencer era a agressora na situação, apesar do seu estado fragilizado, recomendando que passassem a noite separados. Na verdade, uma fotografia divulgada pelos advogados da família Petito mostra hematomas, cortes e sangue na cara de Gabby, que terão sido ignorados pelas autoridades, na ótica dos seus entes queridos.

O casal partiu, em julho de 2021, numa viagem pelo país, para visitar os parques nacionais dos Estados Unidos. No entanto, Brian regressou à Florida sozinho, no dia 1 de setembro, o que desencadeou uma busca desenfreada por Gabby, após o alerta da família, no dia 11 de setembro.

O corpo da jovem viria a ser encontrado no Parque Nacional de Grand Teton, a 19 de setembro. Segundo o médico legista, Gabby, que tinha sinais de estrangulamento, foi morta três a quatro semanas antes de ter sido encontrada, pelo que os pais da jovem acreditam que a filha foi assassinada no dia 27 de agosto, de acordo com o processo judicial.

Também Brian acabou por desaparecer, tendo sido encontrado morto numa reserva natural daquele estado norte-americano, alegadamente por suicídio. Perto do local, as autoridades localizaram ainda um caderno em que o jovem confessava ser o responsável pela morte de Gabby, de quem estava noivo.

Leia Também: Brian terá informado pais que Gabby estava "morta" antes do 1.º alerta

Recomendados para si

;
Campo obrigatório