Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
33º
MIN 16º MÁX 33º

Foto de Gabby Petito mostra sinais de agressão. Família critica polícia

Segundo a família, Gabby terá tentado dar conta dos seus ferimentos às autoridades, que a ignoraram e "nada fizeram para investigar ou documentar" o episódio.

Foto de Gabby Petito mostra sinais de agressão. Família critica polícia
Notícias ao Minuto

17:38 - 09/02/23 por Notícias ao Minuto

Mundo EUA

Uma nova fotografia de Gabby Petito, a jovem norte-americana de 22 anos assassinada pelo noivo, Brian Laundrie, no verão de 2021, mostra hematomas, cortes e sangue na cara da influencer.

Segundo os advogados da família, a fotografia terá sido tirada momentos antes de o casal ter sido abordado pelas autoridades do Utah, na sequência de uma denúncia por violência doméstica, na qual Gabby foi considerada a agressora, a 12 de agosto daquele ano.

A família da jovem está, por isso, a processar a polícia de Moab por negligência na contratação e treino dos seus agentes, assim como pela forma como os seus efetivos lidaram com a denúncia de violência doméstica.

Na altura, uma testemunha disse ter visto Brian, de 23 anos, a agredir Gabby, tentando tirar-lhe o telemóvel e deixá-la em frente a uma mercearia de Moab. Mais tarde, as autoridades localizaram o casal, tendo Gabby confessado que andavam a discutir mais frequentemente e que tinha agredido Brian numa dessas ocasiões. Os agentes consideraram, por isso, que a jovem era a agressora na situação, apesar do seu estado fragilizado, recomendando que passassem a noite separados.

Notícias ao Minuto
© Parker & McConkie  

De acordo com a família, Gabby terá tentado dar conta dos seus ferimentos às autoridades, que a ignoraram e “nada fizeram para investigar ou documentar” o episódio, lê-se num comunicado divulgado pelos seus advogados.

Recorde-se que o casal partiu, em julho de 2021, numa viagem pelo país, para visitar os parques nacionais dos Estados Unidos. No entanto, Brian, de 23 anos, regressou à Flórida sozinho, no dia 1 de setembro, o que desencadeou uma busca desenfreada por Gabby, após o alerta da família, no dia 11 de setembro.

O corpo da jovem de 22 anos viria a ser encontrado no Parque Nacional de Grand Teton, a 19 de setembro. Segundo o médico legista, Gabby, que tinha sinais de estrangulamento, foi morta três a quatro semanas antes de ter sido encontrada, pelo que os pais da jovem acreditam que a filha foi assassinada no dia 27 de agosto, de acordo com um processo judicial apresentado este ano.

Também Brian acabou por desaparecer, sendo encontrado morto numa reserva natural daquele estado norte-americano, alegadamente por suicídio. Perto do local, as autoridades localizaram ainda um caderno em que o jovem confessava ser o responsável pela morte de Gabby, de quem estava noivo.

Leia Também: Novo vídeo mostra Gabby Petito e Brian Laundrie antes desta ser morta

Recomendados para si

;
Campo obrigatório