Meteorologia

  • 02 MARçO 2024
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 14º

PE defende caminho para paz com "Estado palestiniano forte"

A delegação do Parlamento Europeu (PE) que visitou este fim de semana o território palestiniano ocupado e Israel considerou hoje que "nada de positivo pode acontecer" sem a concretização dum "Estado palestiniano forte"

PE defende caminho para paz com "Estado palestiniano forte"
Notícias ao Minuto

11:45 - 11/12/23 por Lusa

Mundo Israel

Em comunicado, o PE condenou em simultâneo os "crimes desprezíveis" perpetrados pelo movimento islamista Hamas e as ações de Israel contra "os palestinianos inocentes que estão a sofrer as consequências" na Faixa de Gaza, incessantemente bombardeada nos últimos dois meses, e na Cisjordânia, onde os colonos israelitas acentuaram a violência para expulsar pessoas das casas e expandir os colonatos.

"Nada de positivo pode acontecer se não houver um esforço político renovado de reformar a Autoridade Palestiniana e construir um Estado palestiniano forte", acrescentaram na nota divulgada após a deslocação a Israel e à Cisjordânia.

O PE quer que haja cooperação entre as autoridades israelitas e palestinianas com as missões da União Europeia no terreno, no "dia logo após" o fim do conflito atual, para ajudar à reconstrução e para estabelecer relações na base do diálogo pacífico.

Os eurodeputados também querem que "haja mais esforços para aumentar a entrada de apoio em Gaza", completamente cercada pelas tropas israelitas.

Com mais de 16.000 mortos em apenas oito semanas, o secretário-geral das Nações Unidas, o português António Guterres, apelou a um cessar-fogo imediato e admitiu que a situação humanitária em Gaza está no ponto de colapso, com a ajuda humanitária da ONU praticamente impossibilitada (as instalações da ONU são bombardeadas).

Leia Também: Pelo menos quatro mortos em ataques israelitas na Síria

Recomendados para si

;
Campo obrigatório