Meteorologia

  • 03 MARçO 2024
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Polícia de Moscovo faz rusgas em clubes LGBT

A polícia de Moscovo fez várias rusgas em clubes LGBT na capital russa durante a noite de sexta-feira e na madrugada de hoje, informaram os meios de comunicação locais, citados pela Efe.

Polícia de Moscovo faz rusgas em clubes LGBT
Notícias ao Minuto

10:28 - 02/12/23 por Lusa

Mundo LGBT

"As rusgas foram realizadas em Moscovo desde as 22h00 (19h00 GMT)" de sexta-feira, informou o canal de Telegram Ostorozhno Moskva (Cuidado com Moscovo).

De acordo com este canal, os polícias chegaram às instalações e pediram aos presentes os seus documentos de identidade, sendo que depois de fotografar os documentos, a polícia deixou sair as pessoas que se encontravam nas discotecas.

De acordo com testemunhas citadas pelo Ostorozhno Moskva, a polícia entrou em várias saunas usando pretexto de que estava à procura de droga.

O Supremo Tribunal da Rússia proibiu no dia 30 de novembro o ativismo LGBTI+ como extremismo, na medida mais drástica contra os defensores dos direitos de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transgénero e intersexuais no país.

O veredicto foi comunicado à imprensa por um juiz após uma audiência à porta fechada.

A decisão abrange o "movimento internacional LGBTI+" e todas as suas filiais na Rússia.

Numa declaração apresentada ao tribunal no início de novembro, o Ministério da Justiça argumentou que as autoridades tinham identificado "sinais e manifestações de natureza extremista" por parte de um movimento LGBTI+ a operar na Rússia.

O Ministério Público referiu o "incitamento à discórdia social e religiosa", mas sem apresentar pormenores ou provas, segundo a agência norte-americana AP.

Leia Também: Movimento LGBTQIA+ "extremista"? UE condena classificação da Rússia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório