Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 20º

Exército da Somália mata 60 terroristas do Al-Shebab

O Exército da Somália e as milícias locais favoráveis ao Governo afirmaram hoje que mataram 60 alegados membros do grupo terrorista Al-Shebab nos arredores da cidade de Harardhere, no estado de Galmudug.

Exército da Somália mata 60 terroristas do Al-Shebab
Notícias ao Minuto

14:35 - 02/05/23 por Lusa

Mundo Somália

"Os militares tiveram informação prévia dos serviços de informações sobre a movimentação dos terroristas e lançaram uma operação especial na zona", disse Odoua Yusuf Rage, o chefe do Exército à agência de notícias somali, citada pela Efe.

Durante a operação, acrescentou, além dos 60 mortos foram também apreendidos um veículo e um camião com explosivos, e detidos vários membros do Al-Shebab, que mantêm laços com a organização terrorista Al-Qaida.

A Somália tem aumentado nos últimos meses a ofensiva contra o Al-Shebab com o apoio de clãs e milícias locais como parte de uma série de decisões tomadas pelo Presidente, Hasán Sheij Mohamud, que prometeu, quando assumiu o cargo, colocar a luta contra o terrorismo no centro dos esforços para estabilizar o país africano.

O Al-Shebab, afiliado à Al-Qaida desde 2012, realiza frequentemente ataques em Mogadíscio e outras partes do país para derrubar o Governo central - apoiado pela comunidade internacional - e estabelecer um Estado islâmico 'wahhabi' (ultraconservador).

O grupo terrorista controla áreas rurais no centro e sul da Somália e também ataca países vizinhos como o Quénia e a Etiópia.

A Somália vive em estado de guerra e caos desde 1991, quando o ditador Mohamed Siad Barre foi derrubado, deixando o país sem um Governo eficaz e nas mãos de milícias e senhores da guerra fundamentalistas islâmicos.

Leia Também: Missão da União Africana vai retirar 2.000 soldados da Somália em junho

Recomendados para si

;
Campo obrigatório