Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Presidente sul-coreano saúda aliança com EUA perante Congresso

O Presidente sul-coreano, Yoon Suk-yeol, saudou hoje perante o Congresso norte-americano, em Washington, as parcerias económicas, culturais e militares que ligam o seu país aos Estados Unidos e sublinhou a unidade entre ambos contra Pyongyang.

Presidente sul-coreano saúda aliança com EUA perante Congresso
Notícias ao Minuto

21:09 - 27/04/23 por Lusa

Mundo Yoon Suk-yeol

"A nossa aliança foi formada há 70 anos para defender a liberdade da Coreia [e] está mais forte que nunca", declarou Yoon na Câmara dos Representantes, a câmara baixa do parlamento norte-americano.

"Porém, a Coreia do Norte abandonou a liberdade e a prosperidade e rejeitou a paz", observou, levando os Estados Unidos, a Coreia do Sul e o Japão a "acelerarem" a sua cooperação.

O discurso do Presidente sul-coreano no Congresso foi a última etapa de uma visita de Estado a Washington que conduziu os Estados Unidos e a Coreia do Sul a um reforço considerável da sua cooperação em matéria de defesa, incluindo nuclear.

Esse acordo, batizado como "Declaração de Washington", permitirá aos Estados Unidos tranquilizar a sua aliada sul-coreana em relação à ameaça representada pela Coreia do Norte, que procedeu este ano a um número recorde de lançamentos de mísseis balísticos.

Perante os congressistas, o chefe de Estado asiático também fez referência aos muitos acordos de parceria económica e cultural entre os dois países.

"Os filmes sul-coreanos 'Parasita' (de Bong Joon-ho, 2019) e 'Minari -- Em Busca da Felicidade' (de Lee Isaac Chung, 2021) ganharam Óscares", sublinhou o dirigente.

"E pessoalmente, adoro o 'Top Gun' e 'Missão Impossível'", confidenciou Yoon Suk-yeol com um sorriso, um dia depois de um jantar de Estado na Casa Branca em que entoou a canção "American Pie", um clássico popular norte-americano composto em 1971 por Don McLean.

O Presidente sul-coreano é o segundo líder estrangeiro a ser recebido com honras de Estado durante a Presidência do Democrata Joe Biden, depois do Presidente da República francês, Emmanuel Macron, em dezembro passado.

Falando em inglês aos congressistas e senadores, Yoon Suk-yeol prestou igualmente homenagem aos soldados norte-americanos da guerra da Coreia (1950-1953).

"A Coreia nunca esquecerá os grandes heróis norte-americanos que combateram connosco para defender a liberdade", asseverou, recebendo aplausos do hemiciclo.

Leia Também: Líder sul-coreano surpreende e canta 'American Pie' na Casa Branca

Recomendados para si

;
Campo obrigatório