Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
16º
MIN 8º MÁX 16º

Macron lamenta morte de professora assassinada por aluno em França

Uma professora, com cerca de 50 anos, foi esfaqueada até à morte por um aluno de 16 anos durante uma aula num colégio privado. Segundo a imprensa local, o aluno alegou estar "possuído" e ter ouvido "uma voz".

Macron lamenta morte de professora assassinada por aluno em França
Notícias ao Minuto

09:02 - 23/02/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Emmanuel Macron

O presidente de França, Emmanuel Macron, lamentou a morte de uma professora que foi esfaqueada por um aluno num colégio privado em Saint-Jean-de-Luz, no sudoeste do país. Numa publicação na rede social Twitter, o chefe de Estado afirmou partilhar a dor da família, colegas e alunos do estabelecimento.

"O assassinato de uma professora em Saint-Jean-de-Luz enche-nos de grande emoção", disse.

Partilho a dor da sua família, dos seus colegas, dos seus alunos, dos nossos professores que dedicam as suas vidas à transmissão de conhecimentos às gerações futuras. A Nação está do vosso lado", acrescentou.

Uma professora, com cerca de 50 anos, foi esfaqueada até à morte, na quarta-feira, por um aluno de 16 anos durante uma aula no colégio católico Saint-Thomas d'Aquin. Segundo a estação francesa BFMTV, o jovem sofria de problemas psicológicos e afirmou estar “possuído” após o ataque, tendo dito a um outro professor que “uma voz” lhe pediu para cometer o crime. 

Em declarações aos jornalistas à porta da escola, o porta-voz do governo francês, Olivier Veran, afirmou não conseguir “imaginar o trauma que isto [o crime] pode representar”. 

Já o ministro da Educação, Pap Ndiaye, deslocou-se também ao estabelecimento e revelou que os 90 alunos da turma do suspeito e outros dois estavam a receber apoio psicológico. “Nada sugeria a ocorrência de uma tragédia tão terrível”, disse, acrescentando tratar-se de  “um dia triste para o sistema educativo francês, um dia triste para esta escola”.

Esta quinta-feira será realizado um minuto de silêncio em todas as escolas francesas, pelas 15h [14h em Lisboa], em memória à professora assassinada.

Leia Também: Professora esfaqueada até à morte por aluno em França

Recomendados para si

;
Campo obrigatório