Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 27º

Homem mata ex-companheira em frente aos filhos na Galiza

O número de vítimas de violência doméstica em Espanha continua a aumentar e o homicídio de Beatriz motivou uma manifestação contra os feminicídios.

Homem mata ex-companheira em frente aos filhos na Galiza
Notícias ao Minuto

23:31 - 06/02/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Violência doméstica

Um professor entregou-se esta manhã na polícia de Orense, na região da Galiza, em Espanha, depois de, no domingo, ter matado a ex-mulher em Baiona, na cidade de Pontevedra, em frente aos dois filhos.

Segundo conta o jornal espanhol ABC, Ángel R.D., de 47 anos, terá viajado à casa da ex-companheira para pegar nos filhos, que tinham ficado com a mãe durante o fim de semana. No entanto, o homem acabou por agredir a ex-mulher, identificada apenas como Beatriz, matando-a com uma arma branca.

Ángel terá matado Beatriz em frente aos dois filhos, de sete e de nove anos, respetivamente. Depois de cometer o alegado crime, pegou nas crianças e levou-as para os avós paternos, onde as deixou antes de fugir.

As autoridades contaram à imprensa espanhola que o alerta foi dado depois das 21h pelos vizinhos de Beatriz, que morava há pouco tempo no bairro de A Percibilleira, na cidade de Pontevedra. O seu corpo foi encontrado no caminho de acesso para a casa, com sinais claros de violência física.

Doze horas depois do incidente, pela manhã, Ángel entregou-se às autoridades em Orense, também na Galiza, entregando também as chaves do carro. O homem foi imediatamente detido, tendo sido transportado para as instalações da Guardia Civil, em Pontevedra.

O agressor era professor no Instituto de Educação Secundária Pedro Floriani, também em Pontevedra. O ABC acrescenta que as autoridades regionais galegas disponibilizaram uma equipa de psicólogos para apoiar os seus alunos.

O governo de Pontevedra esclareceu que, antes do homicídio, não houve denúncias de violência doméstica, apesar de ser conhecida a disputa judicial entre os dois ex-companheiros pela custódia dos filhos.

A morte de Beatriz, conta o ABC, chocou a cidade de Pontevedra. Em Baiona, várias pessoas saíram à rua para protestar contra a violência de género e pediram justiça por mais uma vítima de violência doméstica em Espanha, tendo sido acompanhados por alguns membros do governo regional e por familiares.

Beatriz é a primeira vítima de violência doméstica na Galiza em 2023 e a oitava no país, sendo que já foram cometidos mais de dez feminicídios (homicídios de mulheres por homens) em Espanha desde o início do ano.

Leia Também: Queixas e homicídios por violência doméstica aumentaram em 2022

Recomendados para si

;
Campo obrigatório