Meteorologia

  • 29 JANEIRO 2023
Tempo
10º
MIN 4º MÁX 12º

Bielorrússia vai permitir passagem de cereais ucranianos para exportação

A Bielorrússia vai permitir o trânsito de cereais ucranianos em direção à Lituânia, de onde serão exportados. A garantia é da ONU, cujo secretário-geral esteve reunido com o vice-primeiro-ministro dos Negócios Estrangeiros bielorrusso.

Bielorrússia vai permitir passagem de cereais ucranianos para exportação
Notícias ao Minuto

22:39 - 09/12/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

A Bielorrússia vai permitir, "sem condições prévias", o trânsito de cereais ucranianos pelo seu território, a caminho da exportação para os mercados globais, através da Lituânia. A garantia é de um importante diplomata bielorrusso ao secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, depois de ambos terem estado reunidos nesta sexta-feira.

O vice-ministro das Relações Exteriores, Yury Ambrazevich, disse a Guterres "que a Bielorrússia aceitará, sem condições prévias, o trânsito de grãos ucranianos através do seu território para exportação desde os portos lituanos", garantiu o porta-voz de Guterres, Stephane Dujarric, em comunicado.

A Bielorrússia exigirá uma 'troca': “O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros reiterou os pedidos do seu governo para poder exportar os seus próprios fertilizantes, que atualmente estão sujeitos a sanções”, acrescentou Dujarric.

A Bielorrússia é um aliado próximo da Rússia, acusada pela comunidade internacional de apoiar e ajudar o Kremlin na sua ofensiva em curso contra a Ucrânia, que começou a 24 de fevereiro e que já causou, segundo dados da ONU, mais de 6.700 mortes civis, bem como a fuga de mais de 13 milhões de pessoas.

Neste verão, num acordo mediado pela Turquia e com o apoio das Nações Unidas, foi possível encontrar uma solução para retomar as exportações de cereais através dos portos ucranianos do Mar Negro, aliviando a pressão sobre o mercado alimentar global e evitando que os preços dos produtos agrícolas disparassem ainda mais.

Após a interrupção durante meses da exportação de cereais ucranianas, dezenas de milhões de toneladas de cereais já partiram dos portos da Ucrânia depois deste acordo, que foi prorrogado durante mais 120 dias, a partir do 19 de novembro.

Leia Também: Primeiro carregamento de cereais da Ucrânia chegou hoje ao Djibuti

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório