Meteorologia

  • 29 JANEIRO 2023
Tempo
10º
MIN 4º MÁX 12º

Primeiro carregamento de cereais da Ucrânia chegou hoje ao Djibuti

O primeiro carregamento de cereais, no âmbito de uma iniciativa da própria Ucrânia para abastecer países necessitados, chegou hoje ao Djibuti para ser entregue à Etiópia, num momento em que a região atravessa a pior seca desde há décadas.

Primeiro carregamento de cereais da Ucrânia chegou hoje ao Djibuti

A embaixada ucraniana na Etiópia confirmou que o carregamento de 25.000 toneladas é independente do esforço do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas que financiou carregamentos humanitários de cereais.

Um segundo navio com 30.000 toneladas de trigo seguirá na próxima semana para a Etiópia, enquanto um terceiro está a ser carregado com 25.000 toneladas do mesmo cereal com destino à Somália, referiu, em comunicado, a representação diplomática da Ucrância no território etíope.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, anunciou no mês passado esta iniciativa destinada a ajudar "os países mais atingidos pela crise alimentar". A Ucrânia disse então que planeava enviar mais de 60 navios para a Etiópia, Sudão, Sudão do Sul, Somália, Congo, Quénia, Iémen e outros países.

Milhões de pessoas na Etiópia, Somália e Quénia estão a passar fome devido à seca, de cinco estações chuvosas consecutivas, enquanto os conflitos na Etiópia e na Somália pioraram a crise.

A Etiópia ainda não se pronunciou sobre o novo embarque de cereais da Ucrânia.

Mas o primeiro-ministro do país, Abiy Ahmed, criticou em agosto os esforços da ONU para enviar cereais da Ucrânia para a Etiópia, considerando-os como uma tentativa de criar uma imagem de que no seu país as pessoas estão "a morrer de fome".

Leia Também: Embaixada da Ucrânia em Lisboa recebeu dois envelopes suspeitos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório