Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
28º
MIN 16º MÁX 30º

EUA aplicam novas sanções à Rússia (que incluem a Comissão Eleitoral)

Norte-americanos aplicaram medidas contra 15 membros da Comissão Eleitoral Central da Rússia, acusada de 'monitorizar' os "referendos falsos" nas regiões ucranianas anexadas pelo Kremlin.

EUA aplicam novas sanções à Rússia (que incluem a Comissão Eleitoral)
Notícias ao Minuto

17:40 - 09/12/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

Os Estados Unidos anunciaram um novo pacote de sanções à Rússia, bem como ao Irão e à China.

A lista de sanções mais recente inclui a Comissão Eleitoral Central da Rússia, que, acusa Washington, terá ajudado a organizar e monitorizar o que os norte-americanos classificaram como “referendos falsos” nas regiões controladas pela Rússia na Ucrânia, bem como a 15 dos seus membros.

O Departamento do Tesouro dos EUA, avança a Reuters, terá também aplicado sanções a quatro pessoas acusadas de estarem diretamente envolvidas nas operações de filtragem da Rússia. Na mira do Departamento de Estado norte-americano, por sua vez, estiveram dois cidadãos russos, acusados de violação dos direitos humanos contra civis ucranianos.

Em simultâneo, os norte-americanos apontaram também armas à China, aplicando sanções a várias empresas do país ligadas à pesca, acusando-as de violações dos direitos humanos no mundo da pesca ilegal.

Washington aplicou ainda sanções a oficiais iranianos, avançou a Reuters, por alegadas violações dos direitos humanos na repressão das manifestações espoletadas pela morte de Mahsa Amini, em setembro deste ano.

Na mesma 'ronda' de anúncios citada pela agência, a Casa Branca disse ainda que o presidente Joe Biden autorizou um pacote de ajuda militar para a Ucrânia no valor de 275 milhões de dólares (cerca de 260 milhões de euros).

Leia Também: Washington sanciona empresas chinesas, uma delas cotada no Nasdaq

Recomendados para si

;
Campo obrigatório