Meteorologia

  • 04 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 18º

AO MINUTO: Sumy atacada 55 vezes; NATO? Suécia e Finlândia pedem rapidez

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Sumy atacada 55 vezes; NATO? Suécia e Finlândia pedem rapidez
Notícias ao Minuto

08:01 - 08/12/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Guerra na Ucrânia

Ao 288.º dia de invasão das tropas russas na Ucrânia, depois de o presidente da Rússia, Vladimir Putin ter alertado para o "risco de guerra nuclear a aumentar no mundo" e que a Rússia se defenderá "com todos os meios à sua disposição", durante uma reunião do Conselho de Direitos Humanos, na quarta-feira, um nevão pintou Kyiv de branco.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, foi eleito 'Personalidade do Ano' pela conceituada revista TIME, dias após o chefe de Estado ucraniano ter recebido o mesmo título pelo jornal Financial Times. 

Já por cá, o Governo português aprovou ontem, em Conselho de Ministros, um apoio de 30 milhões de euros para ajuda humanitária aos refugiados ucranianos que se encontram na Polónia, o país que recebeu mais pessoas que fogem da guerra na Ucrânia.

A Rússia disparou mais de mil 'rockets' e mísseis contra a rede elétrica da Ucrânia, e, de acordo com o presidente da Ukrenergo - companhia de eletricidade - “estes ataques representam o maior golpe para uma rede elétrica que a humanidade já viu”.

Segundo o autarca de Kyiv, Vitali Klitschko, há a possibilidade de um cenário de "apocalipse" na capital ucraniana, caso a Rússia continue a danificar as infraestruturas essenciais do país. "Kyiv pode perder energia, água e aquecimento”, disse o autarca.

Fim de cobertura

Hélio Carvalho | há 1 mês

Boa noite. Terminamos por agora a nossa cobertura AO MINUTO sobre os principais acontecimentos da guerra na Ucrânia. Estamos de volta amanhã com todas as notícias sobre o conflito no leste da Europa. Obrigado por ter estado connosco.

Ministra diz que "obter a paz aceitando a subjugação" é apoiar a guerra

Lusa | há 1 mês

A ministra da Defesa Nacional advertiu hoje que obter a paz aceitando a "subjugação de povos" é apoiar a guerra e defendeu que "não é um apelo bondoso e genérico à paz" que ajuda a resolver conflitos.

Esta posição foi assumida por Helena Carreiras na Igreja de São Domingos, em Lisboa, onde inaugurou, em conjunto com o Presidente da República, uma mostra expositiva alusiva à vigília da Capela do Rato, que começou em 30 de dezembro de 1972, e participou numa conversa sobre o tema "A Paz é Possível: afirmação impossível?", organizada pela Comissão Comemorativa dos 50 anos do 25 de abril.

Ministra diz que "obter a paz aceitando a subjugação" é apoiar a guerra

A ministra da Defesa Nacional advertiu hoje que obter a paz aceitando a "subjugação de povos" é apoiar a guerra e defendeu que "não é um apelo bondoso e genérico à paz" que ajuda a resolver conflitos.

Lusa | 22:16 - 08/12/2022

Rússia divulga imagens da troca de prisioneiros entre Griner e Bout

Hélio Carvalho | há 1 mês

A agência de serviços secretos russos, o FSB, divulgou esta quinta-feira as imagens da troca de prisioneiros entre Estados Unidos e Rússia, na qual a basquetebolista norte-americana Brittney Griner e o traficante de armas Viktour Bout foram devolvidos aos respetivos países.

O anúncio foi feito durante a tarde pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que lamentou que os americanos não tenham conseguido garantir o retorno de outro prisioneiro, o fuzileiro Paul Whelan, detido na Rússia sob suspeitas de espionagem.

Rússia "devia ser acusada de terrorismo" por minas colocadas na Ucrânia

Lusa | há 1 mês

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou hoje que a Rússia deveria responder pelas acusações de terrorismo e agressão contra os ucranianos, por causa das minas colocadas nos territórios que ocuparam.

No habitual discurso diário aos ucranianos, o presidente da Ucrânia voltou a lembrar que há mais de 170.000 quilómetros quadrados de território considerado perigoso, por causa das minas e engenhos explosivos deixados pelos russos nos territórios por onde passaram.

Marcelo dá recado à UE e recorda que há outros focos de guerra

Lusa | há 1 mês

O Presidente da República considerou hoje que a União Europeia esteve em "autocontemplação" e "continua a não saber encontrar maneira de se relacionar com África", relembrando que, além da Ucrânia, há outros focos no mundo que ameaçam a paz.

Marcelo Rebelo de Sousa assumiu esta posição na Igreja de São Domingos, em Lisboa, onde inaugurou, em conjunto com a ministra da Defesa Nacional, uma mostra expositiva alusiva à vigília da Capela do Rato, que começou em 30 de dezembro de 1972, e participou numa conversa sobre o tema "A Paz é Possível: afirmação impossível?", organizada pela Comissão Comemorativa dos 50 anos do 25 de abril.

Marcelo dá recado à UE e recorda que há outros focos de guerra

O Presidente da República considerou hoje que a União Europeia esteve em "autocontemplação" e "continua a não saber encontrar maneira de se relacionar com África", relembrando que, além da Ucrânia, há outros focos no mundo que ameaçam a paz.

Lusa | 21:51 - 08/12/2022

Detido ex-diretor de banco nacional ucraniano

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Um tribunal ucraniano direcionado para a corrupção ordenou um mandato de detenção contra o antigo diretor do banco central do país. Segundo o Kyiv Independent, foi emitido o mandato de captura contra Kyrylo Shevchenko, antigo diretor do Banco Nacional Ucraniano, por suspeitas de ligações a um esquema criminoso que lesou o estado ucraniano em mais de cinco milhões de euros.

Aldeias na região de Sumy atacadas 55 vezes em 24 horas

Hélio Carvalho | há 1 mês

As comunidades de Khotinska e Shalyhynska, a região ucraniana de Sumy, foram bombardeadas 55 vezes pelas forças russas durante esta quinta-feira. Segundo o governador da região, numa publicação no Telegram, a primeira foi alvo de vários ataques contra duas aldeias, e explodiram 25 minas; já na outra, foram registadas 15 explosões de minas

Em ambos os casos, não houve vítimas a registar, afirmou Dmytro Zhyvytsky.

EUA, Finlândia e Suécia pedem rapidez à Turquia nas adesões à NATO

Lusa | há 1 mês

Os Estados Unidos, a Finlândia e a Suécia apelaram hoje à Turquia para que seja mais rápida a validar a entrada daqueles dois países nórdicos na NATO, mas Ancara diz que ainda espera "passos concretos" no processo.

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, recebeu hoje em Washington os seus homólogos da Suécia, Tobias Billstrom, e da Finlândia, Pekka Haavisto, e sublinhou o apoio dos Estados Unidos à adesão daqueles países à Organização do Tratado do Tratado do Atlântico Norte (NATO).

EUA, Finlândia e Suécia pedem rapidez à Turquia nas adesões à NATO

«Os Estados Unidos, a Finlândia e a Suécia apelaram hoje à Turquia para que seja mais rápida a validar a entrada daqueles dois países nórdicos na NATO, mas Ancara diz que ainda espera "passos concretos" no processo.

Lusa | 21:19 - 08/12/2022

Governo eslovaco cede 300 geradores elétricos a Kyiv

Hélio Carvalho | há 1 mês

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Eslováquia, Rastislav Kačer, anunciou esta quinta-feira que o país vai enviar 300 geradores elétricos para ajudar a Ucrânia a lidar com as dificuldades energéticas, consequência dos ataques russos a infraestruturas críticas. Numa conferência de imprensa ao lado do homólogo ucraniano, Rastislav Kačer também criticou a sugestão de que a Ucrânia deve ceder nas negociações de paz, afirmando que os países "já passaram por isso com Hitler".

O comentário tem alguns contornos históricos: quando o país ainda se chamava Checoslováquia, o seu território foi sendo anexado aos bocados pela Alemanha nazi, durante os anos 30, com os poderes ocidentais e especialmente o Reino Unido a optarem por uma 'política de apaziguamento', na qual foram deixando que Hitler anexasse territórios para evitar um conflito (que acabou por acontecer na mesma em 1939, com a invasão da Polónia).

Um morto e dois feridos em ataque a vila ucraniana na região de Donetsk

Hélio Carvalho | há 1 mês

Um bombardeamento russo na região de Donetsk, na vila de Toretsk, fez um morto e dois feridos, segundo anunciou o governador ucraniano da região. Através do Telegram, Pavlo Kyrylenko disse que pelo menos 12 casas foram destruídas pelo ataque, que atingiu uma zona residencial.

"Os russos estão novamente a bombardear cinicamente civis - eles continuam com as suas táticas de terror", acusou o governador.

Papa comovido pelo povo ucraniano na solenidade da Imaculada Conceição

Lusa | há 1 mês

O Papa Francisco comoveu-se hoje na solenidade da Imaculada Conceição na Praça de Espanha, em Roma (Itália), na sua oração voltado para a imagem da Virgem Maria, pedindo orações para o povo da "martirizada Ucrânia".

A tradicional homenagem à Imaculada Conceição foi feita de forma privada nos últimos dois anos, devido à pandemia da covid-19. A homenagem é uma tradição com décadas, levando os papas junto à imagem de Nossa Senhora, colocada no alto de uma antiga coluna romana, na qual é colocada uma grinalda de flores.

Antigo ministro britânico defende adesão rápida da Ucrânia à UE e NATO

Lusa | há 1 mês

O antigo ministro da Defesa britânico Michael Fallon exortou hoje a União Europeia (UE) e a NATO a acelerar "urgentemente" a adesão da Ucrânia para ajudar a economia, facilitando o comércio e o acesso a apoio financeiro.

"Precisamos de pensar mais urgentemente no que se pode fazer para reforçar economia ucraniana a médio e longo prazo. Não basta a UE concordar em deixar a Ucrânia ser candidata se significa 10-15 anos de negociações capítulo a capítulo até poder finalmente aderir", criticou.

Antigo ministro britânico defende adesão rápida da Ucrânia à UE e NATO

O antigo ministro da Defesa britânico Michael Fallon exortou hoje a União Europeia (UE) e a NATO a acelerar "urgentemente" a adesão da Ucrânia para ajudar a economia, facilitando o comércio e o acesso a apoio financeiro.

Lusa | 16:35 - 08/12/2022

Número de mortos na Ucrânia sobe para 15 nas últimas 24 horas

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Pelo menos 15 pessoas morreram em bombardeamentos russos na Ucrânia na quarta-feira, avançaram as autoridades do país.

Três civis foram mortos em Krasnohorivka, Ivanivka e Bakhmut, enquanto outras 15 pessoas ficaram feridas. Na cidade de Kurakhove, na região de Donetsk, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, disse que 10 pessoas morreram.

Na região sul de Kherson, duas pessoas também morreram em ataques.

Putin diz que Moscovo continuará a atacar infraestruturas de energia

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Presidente russo, Vladimir Putin, afirmou esta quinta-feira que o seu país vai continuar a atacar infraestruturas de energia ucranianas, cujos ataques já obrigaram Kyiv a enormes cortes de energia e água.

"Sim, estamos a fazer isso, mas quem é que começou?", questionou Putin, à margem de uma cerimónia de entrega de medalhas no Kremlin, justificando os ataques como uma resposta à explosão que afetou a ponte da Crimeia, construída pela Rússia, e a outros ataques de Kyiv contra alvos russos.

 


  

Rússia admite que é vulnerável a ataques na Crimeia

Notícias ao Minuto | há 1 mês

A Rússia admitiu esta quinta-feira que é vulnerável a ataques na Crimeia, a península ucraniana que anexou em 2014, uma admissão que ocorre após vários ataques, atribuídos à Ucrânia, contra alvos russos distantes da frente de batalha

Nos últimos dias, várias bases militares russas, incluindo duas localizadas a cerca de 500 quilómetros da Ucrânia, e até a capital russa, foram alvo de drones de ataque.

 

.
  

Brittney Griner libertada em troca de ‘Mercador da Morte’ Viktor Bout

Notícias ao Minuto | há 1 mês

A estrela de basquetebol norte-americana, Brittney Griner, foi libertada esta quinta-feira numa troca pelo ‘Mercador da Morte’ Viktor Bout, avançaram os EUA, citados pela Sky News.

Griner tinha sido presa na Rússia depois de ser condenada em agosto e sentenciada a nove anos de prisão.

Ucrânia detém casal suspeito de espionagem em Odesa

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Serviço de Segurança Ucraniano (SBU) deteve um casal suspeito de espionagem e revelar informações à Rússia na cidade de Odesa.

De acordo com a SBU, citada pela Sky News, o casal está acusado de explorar locais para possíveis desdobramentos militares e o movimento de unidades de defesa aérea para a Rússia. O serviço acrescentou ainda que seriam oficiais da inteligência militar russa que planeavam criar uma rede de agentes no sul da Ucrânia.

Os oficiais da SBU encontraram telefones celulares e equipamentos informáticos com evidências de "correspondência oculta com o agressor".

Zona de segurança em Zaporizhzhia serve para impedir ataques ucranianos

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia afirmou esta quinta-feira que o principal objetivo de uma zona de segurança à volta da central nuclear de Zaporizhzhia, território ucraniano ocupado pelos russos, é "impedir o bombardeamento da Ucrânia", avançou a Sky News.

Tanto Moscovo como Kyiv acusaram-se mutuamente de bombardear a central, que é a maior da Europa, arriscando causar um acidente nuclear.

A central nuclear foi repetidamente bombardeada desde que a Rússia a tomou logo após o lançamento da invasão em fevereiro, levando a AIEA a pedir uma zona de segurança desmilitarizada à volta do local.

Lukashenko assina lei da amnistia para libertar presos políticos

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Presidente bielorrusso, Alexandr Lukashenko, assinou hoje uma lei de amnistia, para libertar 1.600 condenados e reduzir sentenças a quatro mil, mas que não inclui os presos políticos que participaram nos protestos antigovernamentais em 2020.

Se acordo com a agência de notícias bielorrussa BELTA, citada pela EFE, um total de 1.600 presos serão libertados em regime de comutação de penas e outros 4.000 condenados terão as suas penas reduzidas em um ano.

Rússia pode levantar moratória de mísseis de curto e médio alcance

Lusa | há 1 mês

Moscovo alertou esta quinta-feira que poderá levantar a moratória unilateral de colocação de mísseis de curto e médio alcance, se os Estados Unidos implementarem os seus sistemas em qualquer lugar da Europa ou Ásia.

"A Rússia vai aderir à moratória anunciada pelo presidente Vladimir Putin sobre a implantação de sistemas de alcance intermédio até que tais sistemas feitos nos Estados Unidos apareçam em qualquer lugar do mundo", afirmou hoje o vice-ministro das Relações Externas, Serguei Riabkov, que estava responsável por negociar com os Estados Unidos temas como o desarmamento nuclear e a estabilidade estratégica (diálogo que foi suspenso perante a invasão da Ucrânia).

Apesar disso, Riabkov realçou que a moratória mantém-se "em vigor".

Kremlin reconhece "risco" de ataques ucranianos na Crimeia

Lusa | há 1 mês

O Kremlin reconheceu hoje que existe um risco de ataques ucranianos às suas posições na Crimeia, uma península anexada por Moscovo em 2014 e alvo, nas últimas semanas, de vários ataques com drones. "Há riscos, porque o lado ucraniano continua a seguir a sua linha de organizar ataques terroristas", disse aos jornalistas o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

As autoridades russas anunciaram hoje que tinham abatido um drone ao largo do porto de Sevastopol, na Crimeia.

Cruz Vermelha teve acesso aos prisioneiros de guerra ucranianos e russos

Lusa | há 1 mês

O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) anunciou hoje que teve recentemente acesso aos prisioneiros de guerra ucranianos e russos, visitas que anteriormente tinham sido extremamente limitadas e esporádicas.

"Na semana passada, o CICV efetuou uma visita de dois dias aos prisioneiros de guerra ucranianos. Outra visita está a decorrer esta semana", refere o Comité, através de uma declaração. Durante o mesmo período, prossegue a informação, "foram também efetuadas visitas a prisioneiros de guerra russos".

O CICV anunciou ainda que estão previstas outras visitas antes do final do mês.

Tropas russas realizam exercícios táticos na Bielorrússia

Notícias ao Minuto | há 1 mês

As tropas russas estão a realizar exercícios táticos na Bielorrússia, o que sugere que Moscovo esteja a pressionar o seu aliado para se envolver na guerra na Ucrânia.

Embora a Bielorrússia tenha dito que não entrará emguerra, o presidente Alexander Lukashenko já tinha ordenado o envio de tropas bielorussas com as forças russas para perto da fronteira ucraniana, supostamente devido a ameaças de Kyiv e do Ocidente.

Risco de Putin usar armas nucleares diminuiu, diz chanceler alemão

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O risco de o presidente russo, Vladimir Putin, usar armas nucleares diminuiu devido à pressão internacional, disse o chanceler alemão, Olaf Scholz, esta quinta-feira, citado pela Sky News.

Em entrevista à Funke, a chanceler disse que a guerra na Ucrânia continua com "brutalidade inalterada", embora um componente-chave tenha mudado. "A Rússia parou de ameaçar usar armas nucleares, como reação à comunidade internacional que marcou uma linha vermelha", referiu.

Apesar das profundas divisões, segundo o chanceler, é importante que o diálogo com o Kremlin continue.

Para recordar

Notícias ao Minuto | há 1 mês
  • O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, foi eleito 'Personalidade do Ano' pela conceituada revista TIME.
  • Pelo menos 441 civis foram mortos pelas forças russas durante as primeiras semanas de guerra - desde o dia 24 de fevereiro até o início de abril.
  • O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que a Rússia se defenderá "com todos os meios à sua disposição" e alertou para o aumento do "risco de guerra nuclear".
  • O Governo português aprovou, em Conselho de Ministros, um apoio de 30 milhões de euros para ajuda humanitária aos refugiados ucranianos que se encontram na Polónia, o país que recebeu mais pessoas que fogem da guerra na Ucrânia.
  • A Rússia disparou mais de mil 'rockets' e mísseis contra a rede elétrica da Ucrânia e, segundo o autarca de Kyiv, Vitali Klitschko, se os contínuos ataque se mantiverem, é previsto um cenário de "apocalipse" na capital ucraniana.

Início de acompanhamento

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Bom dia. Iniciamos na manhã desta quinta-feira um novo registo AO MINUTO sobre as principais notícias da guerra na Ucrânia. Pode recordar a cobertura de terça-feira aqui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório