Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

AO MINUTO: Grossi viajará até Moscovo e Kyiv; Adesão à NATO discutida

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Grossi viajará até Moscovo e Kyiv; Adesão à NATO discutida
Notícias ao Minuto

07:31 - 01/10/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Guerra na Ucrânia

Os Estados Unidos da América (EUA) anunciaram que estão preparados "para defender qualquer centímetro de território da NATO", referindo-se à anexação - não reconhecida pela generalidade da comunidade internacional - das quatro regiões da Ucrânia que foram a referendo e que Putin reconheceu.

Também o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, se pronunciou sobre a "anexação ilegal", considerando necessário o desenvolvimento de uma nova 'União de Energia' para combater o "míssil energético" que a Rússia lançou contra o "coração" do sistema económico e social da Europa.

Recorde-se ainda da fuga de metano no Báltico que é "provavelmente maior emissão registada", de acordo com a ONU. Os EUA negaram ontem qualquer envolvimento numa suposta sabotagem dos gasodutos Nord Stream 1 e Nord Stream 2 e acusaram a Rússia de espalhar teorias da conspiração.

Fim de acompanhamento

Teresa Banha | há 1 mês

Boa noite. Encerramos aqui este acompanhamento AO MINUTO de todas as notícias relacionadas com a guerra na Ucrânia. Iniciaremos um novo registo na manhã de sábado. Bom fim de semana!
 

Segurança nuclear? Grossi e Moscovo e e Kyiv na próxima semana

Teresa Banha | há 1 mês

O diretor da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) estará na Ucrânia e na Rússia durante a próxima semana.

"Rafael Grossi dá continuidade às suas reuniões e outros esforços que têm por objetivo a implementação e acordo da segurança nuclear e de uma zona de segurança à volta da Central de Zaporíjia, o mais rapidamente possível. As conversações sobre a criação de uma "zona de proteção" à volta da central controlada pela Rússia deverão acontecer na próxima semana", lê-se em comunicado emitido pela organização.

De acordo com os resultados de um relatório inicial da AIEA, após visita ao local no início de setembro, "a integridade física" das infraestruturas foi "danificada" pelos bombardeamentos que, ao longo destes meses, têm ocorrido nas imediações.

Kuleba discutiu com secretário-geral da NATO detalhes da adesão ucraniana

Teresa Banha | há 1 mês

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, conversou, este sábado, com o secretário-geral da NATO, Jens Sotltenberg, sobre os detalhes do pedido de adesão do país àquela organização, revelou o governante.

Kuleba discutiu com secretário-geral da NATO detalhes da adesão ucraniana

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, conversou hoje com o secretário-geral da NATO, Jens Sotltenberg, sobre os detalhes do pedido de adesão do país àquela organização, revelou o governante.

Lusa | 23:16 - 01/10/2022


  

Lyman? "Não há vestígios de referendos", diz Zelensky

Teresa Banha | há 1 mês

O presidente da Ucrânia disse, este sábado, que "haverá ainda mais bandeiras ucranianas" na região de Donbass num espaço de uma semana. 

"O que é então um pseudo-referendo? Existem duas regiões de Donetsk? Duas aldeias de Yampil, região de Donetsk? Existem duas aldeias de Torske?", questionou-se, durante o seu discurso diário habitual. "O movimento ucraniano continuará", garantiu Volodymyr Zelensky.

"A bandeira ucraniana já está em Lyman, região de Donetsk. A luta continua a acontecer lá. Mas não há vestígios de qualquer pseudo-referendo", garantiu, referindo-se à retirada de tropas da região.

A nossa bandeira estará em todos os lugares

Navios de cereais inspecionados pela ONU na Turquia

Teresa Banha | há 1 mês

As inspeções aos navios de cereais que vão chegando à Turquia continuam a ser realizadas 

Responsáveis da Organização das Nações Unidas continuam a inspecionar os navios que vão chegando à Turquia com cereais, no âmbito do acordo assinado pela organização, assim como pela Rússia e Ucrânia.

"Há diferentes países, diferentes perspectivas, mas estas pessoas trabalham pelo mesmo objetivo", explicou à Associated Press um dos inspetores. "Normalmente, inspecionamos três navios por dia", continuou Averi Nissanka.

Ministra da Defesa da Alemanha visita Ucrânia

Teresa Banha | há 1 mês

A ministra da Defesa visitou, este sábado, a Ucrânia, naquela que é a sua primeira visita oficial ao país depois de a geurra ter começado, a 24 de fevereiro.

De acordo com um comunicado emitido pelo Ministério da Defesa da Alemanha, Christine Lambrecht visitou o porto de Odessa. Não é conhecido quanto tempo a visita vai durar, mas a responsável já esteve reunida com o seu homólogo ucraniano. "[Christine Lambrecht] trouxe boas notícias e mais ferramentas para fortalecer o exército ucraniano", escreveu Oleksii Reznikov numa publicação partilhada no Twitter.

Filme de Jonathan Ben-Shaul distinguido no Arquiteturas Film Festival

Teresa Banha | há 1 mês

O documentário 'What shall we do with these buildings', de Jonathan Ben-Shaul, que aborda o legado da arquitetura soviética em Karkiv, na Ucrânia, venceu o Prémio do Público do 9.º Arquiteturas Film Festival, que termina este sábado, no Porto.

Filme de Jonathan Ben-Shaul distinguido no Arquiteturas Film Festival

O documentário 'What shall we do with these buildings', de Jonathan Ben-Shaul, que aborda o legado da arquitetura soviética em Karkiv, na Ucrânia, venceu o Prémio do Público do 9.º Arquiteturas Film Festival, que termina hoje no Porto.

Lusa | 19:42 - 01/10/2022

Vídeo. Ucranianos 'limpam' vestígios russos de Lyman após reconquista

Teresa Banha | há 1 mês

Poucas horas depois de o Ministério da Defesa da Rússia ter confirmado a retirada das suas tropas de Lyman, em Donetsk, começam a surgir algumas imagens do regresso dos ucranianos.

 
Num desses vídeos partilhados nas redes sociais, um soldado ucraniano é visto a retirar uma placa de uma parede, que parece indicar o nome de uma rua ou organização.

Vídeo. Ucranianos 'limpam' vestígios russos de Lyman após reconquista

A reconquista da cidade na zona separatista de Donetsk foi confirmada pelos dois intervenientes nesta guerra.

Notícias ao Minuto | 19:33 - 01/10/2022

Avião russo com munições incendeia-se durante aterragem na Crimeia

Teresa Banha | há 1 mês

Um avião incendiou-se, este sábado, durante uma aterragem no aeroporto de Sevastopol, em Belbek, na Crimeia.

"O avião saiu da pista durante a aterragem e ocorreu a explosão de algumas munições. O piloto conseguiu sair", escreveu o governador da região, numa mensagem no Telegram, de acordo com a agência TASS.

Podolyak sobre retirada russa em Lyman: "A realidade pode doer"

Teresa Banha | há 1 mês

O principal conselheiro da presidência da Ucrânia comentou, este sábado, a retirada das tropas russas perante um cerno ucraniano em Lyman, na região separatista de Donetsk.

"Há 20 horas os governantes russos festejavam, na Praça Vermelha, em Moscovo, a anexação de novos territórios. 'As fronteiras da Rússia não têm fim'", começou por escrever Mykhaylo Podolyak numa publicação no Twitter, citando, por último, alguns dos apoiantes do regime russo.

"Agora, as tropas russas estão a ir-se embora de outra cidade estratégica e os propagandistas estão á procura de culpados", acusou o responsável, rematando: "A realidade pode doer se se vive num mundo de fantasia".

Rússia perde o lugar na agência de aviação da ONU

Teresa Banha | há 1 mês

A Rússia perdeu, este sábado, o seu lugar no Conselho da Aviação da Organização das Nações Unidas, de acordo com a Reuters. O país fazia parte deste conselho e e era - tal como o G7, China, Brasil e Austrália - um dos "Estados de importância no transporte aéreo".

Devido às sanções impostas por outros países em resposta à guerra na Ucrânia, a Rússia fechou o seu espaço aéreo a 36 países, incluindo os 27 que fazem parte da União Europeia.

Vários países do Ocidente, como o Canadá, já tinham dito que se iam opor à reeleição da Rússia para este Conselho.

"Vemos esta votação como um passo político que em nada tem a ver com a posição da Rússia no campo da aviação civil", disse o representante russo perante os resultados.

Pressões subaquáticas 'acabaram' com fugas de gás no Nord Stream 2

Teresa Banha | há 1 mês

Um porta-voz do gasoduto explicou como esta paragem aconteceu. "A pressão da água mais ou menos fechou o gasoduto e, desta forma, o gás que está lá dentro não consegue sair", pormenorizou Ulrich Lissek à agência France-Press.

Pressões subaquáticas 'acabaram' com fugas de gás no Nord Stream 2

A informação é confirmada por um porta-voz do gasoduto.

Notícias ao Minuto | 17:57 - 01/10/2022

Ucrânia avançou para Lyman - e por que razão é isso tão importante?

Teresa Banha | há 1 mês

No rescaldo de mais uma conquista das tropas ucranianas, é importante perceber por que razão é que a tomada de Lyman, na região de Donetsk, na Ucrânia, é um ponto-chave nesta guerra, que já dura há mais de seis meses.

Ucrânia avançou para Lyman - e por que razão é isso tão importante?

Perceba a importância estratégica desta cidade, que fica em Donetsk.

Notícias ao Minuto | 16:39 - 01/10/2022

Fuga de gás no Nord Stream 2 reparada, avança AFP

Teresa Banha | há 1 mês

Um porta-voz do Nord Stream 2 anunciou, esta sexta-feira, que o gasoduto já não está a derramar gás para o Mar Báltico, avança a agência France Press.

Líder checheno sugere à Rússia uso de armas nucleares de baixo rendimento

Teresa Banha | há 1 mês

O líder da Chechénia, Ramzan Kadyrov, sugeriu, este sábado, que a Rússia devia considerar o uso de armas nucleares de baixo rendimento.

"Na minha opinião, medidas mais drásticas deviam ser tomadas, tanto com a declaração da lei marcial nas fronteiras [da Rússia] e também com o uso de armas nucleares de baixo rendimento", escreveu o responsável no Telegram.

As declarações surgem em resposta ao anúncio do Ministério da Defesa da Rússia, que assumiu a retirada das tropas russas de Lyman, em Donetsk, perante um certo ucraniano.

Líder checheno defende que Rússia deve recorrer a armas nucleares

O líder da República russa da Chechénia, Ramzan Kadyrov, defendeu hoje o recurso a "armas nucleares de baixa potência" por parte da Rússia, para reforçar os esforços de invasão da Ucrânia.

Lusa | 17:23 - 01/10/2022

Rússia diz que lançou fortes ataques antes da retirada de Lyman

Marta Ferreira | há 1 mês

O Ministério da Defesa da Rússia disse que infligiu sérias perdas às tropas ucranianas antes da retirada da cidade de Lyman, na região de Donetsk.

Segundo cita a Sky News, foram lançados "ataques maciços de fogo", no entanto, os russos não forneceram quaisquer evidências ou mais detalhes sobre estas alegações.

"Apesar das perdas sofridas, o inimigo, tendo uma superioridade significativa em forças e meios, introduziu reservas e continuou a ofensiva nessa direção", disse o Ministério em comunicado.

 

Uma grávida e 13 crianças entre as vítimas de ataque perto de Kupyansk

Marta Ferreira | há 1 mês

O governador da região de Kharkiv, Oleg Synegoubov, referiu que entre os, pelo menos, 24 mortos a tiro dentro dos seus carros, no nordeste da Ucrânia, perto de Kupyansk, estão uma grávida e 13 crianças. 

A informação é avançada na rede social Telegram onde muita da informação relativa à guerra na Ucrânia tem sido partilhada. 

 

Rússia anuncia retirada da cidade Lyman na região de Donetsk

Marta Ferreira | há 1 mês

O Ministério da Defesa da Rússia acaba de anunciar a retirada da cidade Lyman na região de Donetsk "para linhas mais vantojas", segundo cita a agência RIA.

Esta é a maior conquista para o país invadido desde que retomou Kharkiv e permitirá ainda um avanço em direção a Lugansk.

Nova vitória para os ucranianos: Rússia anuncia retirada de Lyman

Esta é a maior conquista para o país invadido desde que retomou Kharkiv e permitirá ainda um avanço em direção a Lugansk.

Notícias ao Minuto | 15:25 - 01/10/2022

Reino Unido e Dinamarca consideram que fuga de gás foi "sabotagem"

Marta Ferreira | há 1 mês

A primeira-ministra britânica Liz Truss e a homóloga dinamarquesa Mette Frederiksen concordaram que a fuga de gás dos gasodutos Nord Stream foi "claramente um ato de sabotagem".

As duas líderes concordaram, após encontro, "que a segurança do Mar Báltico é do interesse de todos", detalhou comunicado do gabinete de Liz Truss.

"Negociações são possíveis, mas com um novo presidente da Rússia"

Marta Ferreira | há 1 mês

Mikailo Podolyak, conselheiro presidencial da Ucrânia, admitiu hoje a disponibilidade de negociações, mas sob condição. 

Num tweet feito esta tarde, Podolyak escreveu que as "negociações são possíveis, mas com um novo presidente da Rússia" que "avalie a realidade de forma mais adequada". 

Diretor de central preso para "responder a perguntas", dizem russos

Marta Ferreira | há 1 mês

As autoridades russas responderam ao pedido de esclarecimentos da Agência Internacional de Energia Atómica (IAEA) sobre o paradeiro de Ihor Murashov, diretor geral da central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia) detido ontem pelas forças do país invasor. 

Segundo a IAEA, que cita as autoridades russas, "o diretor-geral da central nuclear de Zaporizhzhia foi temporariamente detido para responder a perguntas".

 

Forças ucranianas já entraram na cidade de Lyman

Marta Ferreira | há 1 mês

Depois de terem anunciado esta manhã que haviam cercado a cidade estratégica da região de Donetsk, as forças ucranianas já conseguiram entrar em Lyman. 

O anúncio foi feito pelo porta-voz do exército Serhii Cherevatyi na televisão ucraniana. 

Rússia suspende fornecimento de gás a Itália previsto para hoje

Catarina Correia Rocha | há 1 mês

A empresa russa Gazprom suspendeu as suas entregas de gás à Eni previstas para hoje, alegando a impossibilidade de o transportar através da Áustria, anunciou a empresa italiana. "A Gazprom informou-nos que não pode confirmar a entrega dos volumes solicitados para hoje, citando a impossibilidade de transportar o gás através da Áustria", disse a Eni num comunicado.

Em consequência, "os fluxos de gás russo para a Eni através do ponto de entrada de Tarvisio serão zero" durante o dia de hoje, acrescentou a gigante italiana, citada pela agência francesa AFP. A maior parte do gás russo entregue em Itália passa pela Ucrânia através do gasoduto TAG que chega a Tarvisio, no norte do país, na fronteira com a Áustria.

Encontrados 20 civis mortos a tiro dentro dos carros no Nordeste

Marta Ferreira | há 1 mês

Pelo menos 20 civis foram encontrados mortos a tiro dentro dos seus carros, no nordeste da Ucrânia, perto de Kupyansk, anunciou hoje o governador regional de Kharkiv, Oleg Synegoubov, no Telegram.

"Foi descoberto um comboio de carros com civis mortos a bordo. De acordo com dados preliminares, 20 pessoas morreram nesses carros", lê-se na mensagem do governador regional, citada pela AFP.

Ucrânia. Encontrados 20 civis mortos a tiro dentro dos carros no Nordeste

Pelo menos 20 civis foram encontrados mortos a tiro dentro dos seus carros, no nordeste da Ucrânia, perto de Kupyansk, anunciou hoje o governador regional de Kharkiv, Oleg Synegoubov, no Telegram.

Lusa | 14:11 - 01/10/2022

Polónia. Novo gasoduto essencial para independência energética já tem gás

Marta Ferreira | há 1 mês

Já circula gás no novo gasoduto que liga a Noruega à Dinamarca no Mar Báltico, anunciou hoje o operador Gaz-System. Esta nova via permitirá à Polónia afastar-se da dependência energética que ainda possuía da Rússia.

"Russos presos" em Lyman, anuncia conselheiro Anton Gerashchenko

Marta Ferreira | há 1 mês

O conselheiro do ministério dos assuntos internos da Ucrânia, Anton Gerashchenko, anunciou hoje nas redes sociais que os russos que não conseguiram fugir de Lyman estão "encurralados". 

Numa publicação feita no Twitter, Gerashchenko escreve que "Lyman está completamente cercada" e "todos os russos que não conseguiram fugir estão presos". O conselheiro ironiza ainda a "anexação" e partilha um vídeo no qual os ucranianos fazem subir a bandeira da Ucrânia naquele território. 

Turquia rejeita anexação ilegal de território ucraniano pela Rússia

Marta Ferreira | há 1 mês

A Turquia não reconhece a anexação pela Rússia das regiões ucranianas de Donetsk, Lugansk, Kherson e Zaporijia, formalizada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, na sexta-feira, noticiou hoje a agência turca Anadolu.

Turquia rejeita anexação ilegal de território ucraniano pela Rússia

A Turquia não reconhece a anexação pela Rússia das regiões ucranianas de Donetsk, Lugansk, Kherson e Zaporijia, formalizada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, na sexta-feira, noticiou hoje a agência turca Anadolu.

Lusa | 10:35 - 01/10/2022

IAEA já contactou autoridades russas após desaparecimento de diretor

Marta Ferreira | há 1 mês

A Agência Internacional de Energia Atómica (IAEA) reagiu à captura do diretor da central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia) afirmando que procura informações sobre o seu desaparecimento.

Forças ucranianas cercam cidade estratégica para russos em Donetsk

Marta Ferreira | há 1 mês

As forças ucranianas cercaram, este sábado, uma cidade estratégica para os russos na região de Donetsk. 

De acordo com o porta-voz das forças militares do leste da Ucrânia, Serhii Cherevatyi, que prestou declarações aos jornalistas, Lyman, que durante meses serviu de ponto central de logística e transporte das operações russas, está cercada. 

Forças ucranianas cercam cidade estratégica para russos em Donetsk

Cidade de Lyman serviu de ponto central de logística e transporte das operações russas.

Notícias ao Minuto | 10:39 - 01/10/2022

Diretor de central nuclear de Zaporíjia detido por forças russas

Marta Ferreira | há 1 mês

O diretor-geral da central nuclear de Zaporíjia (Zaporizhzhia), Ihor Murashov, foi detido por uma patrulha russa, segundo a Energoatom, a agência estatal ucraniana responsável pela central.

Refira-se que Zaporíjia é uma das quatro regiões que foram anexadas pela Rússia após referendo. 

A Energoatom referiu que Murashov foi detido a caminho da cidade de Enerhodar, proveniente da central, por volta das 16h (horário local) de sexta-feira.

Diretor da central nuclear de Zaporíjia detido por forças russas

Ihor Murashov foi "levado de carro, com os olhos vendados, e conduzido numa direção desconhecida", disse a agência estatal ucraniana.

Notícias ao Minuto com Lusa | 09:13 - 01/10/2022

Consulado russo em Nova Iorque vandalizado com tinta vermelha

Marta Ferreira | há 1 mês

A fachada do consulado russo em Nova Iorque foi vandalizada com tinta vermelha, num gesto de protesto contra a anexação de quatro regiões ucranianas pela Rússia, disse sexta-feira a polícia.

Consulado russo em Nova Iorque vandalizado com tinta vermelha

A fachada do consulado russo em Nova Iorque foi vandalizada com tinta vermelha, num gesto de protesto contra a anexação de quatro regiões ucranianas pela Rússia, disse sexta-feira a polícia.

Lusa | 06:41 - 01/10/2022

EUA negam na ONU qualquer envolvimento com sabotagem de gasodutos

Marta Ferreira | há 1 mês

Os Estados Unidos da América (EUA) negaram na sexta-feira qualquer envolvimento numa suposta sabotagem dos gasodutos Nord Stream 1 e Nord Stream 2 e acusaram a Rússia de espalhar teorias da conspiração.

Numa reunião do Conselho de Segurança convocada pela Rússia para abordar os recentes vazamentos nos gasodutos, o representante adjunto dos EUA junto à ONU, Richard Mills, acusou a delegação russa de instrumentalizar o órgão das Nações Unidas.

EUA negam na ONU qualquer envolvimento com sabotagem de gasodutos

Os Estados Unidos da América (EUA) negaram na sexta-feira qualquer envolvimento numa suposta sabotagem dos gasodutos Nord Stream 1 e Nord Stream 2 e acusaram a Rússia de espalhar teorias da conspiração.

Lusa | 06:27 - 01/10/2022

 

Fumio Kishida condena anexação pela Rússia de quatro regiões ucranianas

Marta Ferreira | há 1 mês

O primeiro-ministro japonês Fumio Kishida condenou "veementemente" como ilegal e uma violação da soberania da Ucrânia a anexação pela Rússia de quatro regiões ucraniana, anunciada pelo Presidente russo Vladimir Putin na sexta-feira.

"O processo que a Rússia chamou de referendo e a sua anexação de partes da Ucrânia nunca deverá ser aceite", disse Kishida, num telefonema com o Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, na sexta-feira.  

Fumio Kishida condena anexação pela Rússia de quatro regiões ucranianas

O primeiro-ministro japonês Fumio Kishida condenou "veementemente" como ilegal e uma violação da soberania da Ucrânia a anexação pela Rússia de quatro regiões ucraniana, anunciada pelo Presidente russo Vladimir Putin na sexta-feira.

Lusa | 06:17 - 01/10/2022

Banco Mundial concede mais 540 milhões de euros à Ucrânia

Marta Ferreira | há 1 mês

O Banco Mundial anunciou que irá conceder um apoio adicional no valor de 530 milhões de dólares (540,6 milhões de euros) para permitir à Ucrânia "responder às necessidades urgentes causadas pela invasão russa".

O apoio, que assume a forma de um empréstimo, através do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento, é garantido pelo Reino Unido, no valor de 500 milhões de dólares (510 milhões de euros), e pela Dinamarca, no valor de 30 milhões (30,6 milhões de euros), revelou na sexta-feira o Banco Mundial, num comunicado.

Banco Mundial concede mais 540 milhões de euros à Ucrânia

O Banco Mundial anunciou que irá conceder um apoio adicional no valor de 530 milhões de dólares (540,6 milhões de euros) para permitir à Ucrânia "responder às necessidades urgentes causadas pela invasão russa".

Lusa | 06:11 - 01/10/2022

Para recordar

Marta Ferreira | há 1 mês
  • A Noruega, que é o principal fornecedor de gás da Europa, aceitou as contribuições militares alemã, britânica e francesa, para garantir a segurança das suas explorações de petróleo e gás, anunciou, esta sexta-feira, o seu primeiro-ministro.

  • A polícia alemã está a patrulhar o Mar do Norte e o Mar Báltico com "todas as forças disponíveis", depois de explosões terem danificado os gasodutos submarinos Nord Stream provenientes da Federação Russa, assegurou, esta sexta-feira, a ministra do Interior da Alemanha.

  • O presidente da Rússia assinou, esta sexta-feira, um decreto-lei no qual está prevista uma campanha de recrutamento no outono. De acordo com a Tass, citada pela Reuters, o documento prevê a convocatória de 120 mil cidadãos para o serviço militar obrigatório.

  • O ministro da Defesa dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia disse, esta sexta-feira, que na sequência da anexação ilegal de territórios do país por parte da Rússia, foi contactado o Tribunal de Haia, responsável pelos crimes de guerra.

Início de cobertura

Marta Ferreira | há 1 mês

Bom dia. Retomamos aqui a nossa cobertura AO MINUTO dos principais acontecimentos relacionados com a guerra na Ucrânia. Pode recordar tudo o que aconteceu na sexta-feira através da ligação abaixo:

AO MINUTO: Rússia veta condenação na ONU; "Cada centímetro" defendido

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 08:27 - 30/09/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório