Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2022
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 26º

Kuleba reitera "ajuda urgente" e defende que Putin tem de ser travado

Ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia afirmou que "a Rússia nunca será capaz de matar todos os ucranianos" e Putin tem de ser travado para não voltar a "jogar aos jogos de fome" com o mundo.

Kuleba reitera "ajuda urgente" e defende que Putin tem de ser travado
Notícias ao Minuto

18:22 - 22/09/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Dmytro Kuleba, voltou a reiterar, esta quinta-feira, no Conselho de Segurança da ONU, em Nova Iorque, que é necessária "ajuda urgente e precisa" para a Ucrânia.

Ao longo do seu discurso, Kuleba afirmou que "a Rússia nunca será capaz de matar todos os ucranianos e cada ucraniano é agora uma arma pronta a defender a sua Terra". 

Mostrando-se firme e calmo, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia reforçou que enquanto aquela reunião decorre, há milhares de corpos de inocentes, ou partes deles, a serem retirados de valas comuns recém-descobertas em Izium e reforça a importância da ajuda internacional para travar Putin. 

"A melhor maneira de evitar mais atrocidades russas e parar Putin é fornecer à Ucrânia novas armas para libertar os nossos territórios e salvar pessoas de homicídio, tortura, violações e outros criminosos", frisou. 

Kuleba lembrou ainda que a ordem internacional não pode deixar que Putin volte a "jogar aos jogos de fome" com o mundo e reforçou que a Rússia desferiu "um golpe mortal" na Carta das Nações Unidas.

A reunião ministerial debruçou-se sobre a situação do conflito ucraniano, convocada pela França e intitulada "A luta contra a impunidade na Ucrânia".

Leia Também: Lavrov recusa ideia de "agressão russa" e acusa Ucrânia de "impunidade"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório