Meteorologia

  • 29 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

800 toneladas de batata-semente distribuídas pelos civis ucranianos

A ONU divulgou hoje ter distribuído várias toneladas de batata-semente a mais de 17 mil lares na Ucrânia "com o objetivo de salvaguardar a segurança alimentar e os meios de subsistência das famílias mais vulneráveis do meio rural".

800 toneladas de batata-semente distribuídas pelos civis ucranianos

O anúncio foi feito pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), organismo com sede em Roma.

A Ucrânia enfrenta uma ofensiva militar russa desde 24 de fevereiro, situação com sérias repercussões na produção agrícola e que tem provocado receios sobre a segurança alimentar da população civil.

Segundo a organização do sistema da ONU, foram enviadas mais de 800 toneladas de batata-semente para 17.740 lares de dez províncias ucranianas, abrangendo um total de 46 mil pessoas.

De acordo com a FAO, a ajuda ao cultivo da batata na Ucrânia conta também como apoio financeiro da União Europeia (UE).  

"É absolutamente crucial ajudar os agricultores neste momento. Aos grandes produtores, mas também aos pequenos produtores e às famílias que se dedicam a cultivar hortas em meios urbanos", disse Pierre Vauthier, responsável da FAO para a Ucrânia, citado pelas agências internacionais.

"A agricultura é um dos principais setores da Ucrânia e é importante para a segurança alimentar do país. É também uma fonte essencial de rendimentos para as 12,6 milhões de pessoas que vivem nas zonas rurais e que constituem um terço da população do país", acrescentou.

Nas últimas semanas foram enviadas 862 toneladas de batata-semente para o cultivo da primavera, de forma a garantir que esta importante fonte de nutrientes possa ser colhida em setembro. 

De acordo com a FAO, cada família ou lar, constituído em média por 2,6 pessoas, recebe 50 quilogramas de batata-semente, sendo que o rendimento previsto é de 600 quilogramas de batata na altura da colheita. 

"Graças à nossa cooperação com a FAO entregamos 2,5 toneladas de batatas (batata-semente) à Comunidade Territorial de Rudkivska (Lviv)", disse Ihor Vuitsky, chefe da câmara agrária de Lviv (ocidente da Ucrânia), entidade que desenvolve atividades em articulação com o organismo das Nações Unidas.

A campanha de distribuição de batata-semente também ocorreu, entre outras, na região centro e leste da Ucrânia, onde 3.690 lares foram abrangidos pelo programa que prevê que muitas famílias da zona dão proteção a 2.685 deslocados internos. 

"Algumas empresas fecharam, reduziram o número de trabalhadores ou despediram pessoas. Não podemos dar trabalho à população local e temos de pensar como alimentar as pessoas no próximo inverno", disse, por sua vez, Genadi Lebid, da Comunidade Territorial de Verkhniodniprovska.

O mesmo responsável afirmou que "as dificuldades e a incerteza" causadas pela guerra está a levar os habitantes a tomarem medidas para o desenvolvimento do cultivo de produtos agrícolas necessários para a sobrevivência das famílias. 

Segundo as Nações Unidas, cerca de 15 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

Leia Também: Ucrânia. Jean Louis David apoia Aldeias de Crianças SOS

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório