Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 15º

EUA acreditam que Rússia é responsável por ataque a jornalista

O jornalista Dmitry Muratov, editor do jornal de investigação Novaya Gazeta e Prémio Nobel da Paz, foi atacado com um químico quando estava a viajar de comboio.

EUA acreditam que Rússia é responsável por ataque a jornalista
Notícias ao Minuto

08:53 - 29/04/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Dmitry Muratov

Os Estados Unidos da América (EUA) acreditam que os serviços secretos da Rússia são responsáveis por um ataque químico ao jornalista Dmitry Muratov, editor do jornal de investigação Novaya Gazeta e Prémio Nobel da Paz, ocorrido no início do mês num comboio que ligava Moscovo a Samara.

O jornalista, conhecido crítico do regime do presidente Vladimir Putin, revelou a 7 de abril que foi atacado por um agressor que lançou uma tinta vermelha com acetona sobre os seus olhos, o que fez com que “ardessem terrivelmente”.

O suspeito terá também gritado “Muratov, esta é pelos nossos rapazes”, numa alusão aos soldados russos mortos na guerra na Ucrânia. 

Os jornais norte-americanos New York Times e Washington Post revelaram, na quinta-feira, que os serviços secretos dos EUA concluíram que agentes russos orquestraram o ataque. 

No final de março, o Novaya Gazeta anunciou a suspensão das suas atividades “até o fim da operação especial na Ucrânia”. A decisão foi tomada depois de o jornal receber um segundo aviso do Roskomnadzor - o órgão estatal que monitoriza a área da comunicação na Rússia.

Sublinhe-se que o mais recente Prémio Nobel da Paz foi atribuído aos jornalistas Maria Ressa e Dmitry Muratov, pelos seus esforços para salvaguardar a "liberdade de expressão, condição essencial para a democracia e uma paz duradoura".

Segundo a academia sueca, Dmitry Muratov foi galardoado por ter defendido durante décadas a liberdade de expressão na Rússia e fundado, em 1993, o Novaya Gazeta. 

Pouco antes do seu jornal suspender operações, Dmitry Muratov anunciou que a sua medalha seria leiloada e os lucros destinados a refugiados ucranianos e feridos na invasão russa da Ucrânia.

Leia Também: AO MINUTO: Azovstal evacuada hoje?; Donbass é "objetivo principal" russo

Recomendados para si

;
Campo obrigatório