Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º

Cabo Verde avança com liceu na Praia após EUA comprarem terreno do atual

O primeiro-ministro cabo-verdiano lança na sexta-feira as obras do novo liceu da Várzea, orçado em 5,2 milhões de euros, que acontece após os Estados Unidos comprarem o terreno da atual escola onde vai construir nova embaixada na Praia.

Cabo Verde avança com liceu na Praia após EUA comprarem terreno do atual

O Governo cabo-verdiano informou hoje em comunicado que o novo liceu está orçado em quase 581 milhões de escudos (5,2 milhões de euros) e deverá ficar concluído num prazo de 12 meses, a contar da data a consignação das obras.

Ocupando uma área de 4.293,74 metros quadrados, tendo três frentes livres, o novo estabelecimento de ensino terá uma área bruta de construção de 8.195,98 metros quadrados, e vai estar dividido em três pisos, com 14 salas de aula, coe capacidade para receber 36 alunos cada.

Segundo as informações governamentais, o piso zero será destinado às funcionalidades ligadas ao atendimento e entretenimento, o piso um terá a ala administrativa, sala de exposição e biblioteca, enquanto o piso dois vai ter as salas de aulas.

A construção do novo liceu da Várzea, prosseguiu o Governo, enquadra-se no Programa das Infraestruturas Modernas e Seguras, através do Ministério da Educação, sendo que o processo de execução e gestão da empreitada ficará cargo da empresa pública Infraestruturas de Cabo Verde.

O novo liceu da Várzea será construído a cerca de 500 metros do atual, cujo terreno e parte envolvente foi comprado pelos Estados Unidos da América, para construir a sua nova embaixada na cidade da Praia, orçada em 370 milhões de euros.

O ato de lançamento das obras será presidido pelo primeiro-ministro cabo-verdiano e contará com discursos do embaixador norte-americano em Cabo Verde, Jeff Daigle, e do presidente da Câmara da Praia, Francisco Carvalho.

Em julho, durante o lançamento da obra, o embaixador norte-americano em Cabo Verde, Jeff Daigle, disse que a nova embaixada irá celebrar a arte americana e cabo-verdiana e homenagear os laços de longa data entre os dois países.

Na mesma ocasião, o vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia, disse que a obra, do Departamento de Estado norte-americano, representa "mais um grande marco nas relações de amizade" entre os dois países.

A Lusa noticiou em abril de 2021 que a Câmara da Praia fixou em 2,5 milhões de dólares a venda do lote de terreno ao Governo dos EUA para a construção da nova representação diplomática.

O negócio foi acordado em 2019 e, após várias adendas, o terreno passou dos anteriores 22.506 metros quadrados (m2) para 23.119,34 m2, na Várzea da Companhia, zona baixa da cidade da Praia, e ao lado do Palácio do Governo.

De acordo com as autoridades cabo-verdianas, o projeto para a construção da nova Embaixada dos EUA envolveu a aquisição ao Estado de Cabo Verde, por quase cinco milhões de euros, da Escola Secundária Cónego Jacinto, e deste terreno da Câmara da Praia, que é contíguo.

A construção da nova embaixada ainda não arrancou, sendo que a Escola Secundária Cónego Jacinto, que entrou em funcionamento no ano letivo de 1992/93, albergava 1.800 alunos, 110 professores e 20 funcionários, segundo dados de 2019.

Na mesma altura, o então ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, garantiu que a obra da embaixada só avançaria após a transição dos alunos para a nova escola.

"A decisão de construção de uma embaixada de raiz dos Estados Unidos em Cabo Verde acontece 200 anos após o estabelecimento das relações consulares e 44 anos após o início de estabelecimento de relações diplomáticas", disse na altura o ministro, esclarecendo os contornos do negócio.

Com a venda da propriedade do Estado, que ocupa uma área de quase 13 mil metros quadrados, o Governo cabo-verdiano vai receber 5,8 milhões de dólares (4,8 milhões de euros).

Leia Também: Cabo Verde com linhas de crédito de 82 milhões para relançar economia

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório