Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Norte-coreano fará trabalhos forçados por ver filme da Coreia do Sul

Adolescente condenado a 14 anos, apesar de apenas ter visto cinco minutos de 'Ajeossi'.

Norte-coreano fará trabalhos forçados por ver filme da Coreia do Sul

Um adolescente norte-coreano foi condenado a 14 anos de trabalhos forçados por ter sido 'apanhado' a ver (apenas) cinco minutos de um filme da Coreia do Sul, revela o Daily NK. As leis do país de Kim Jong-Un desincentivam todos os nacionais de terem contacto com produtos culturais vindos do exterior. 

Este 'crime' - no que ao vizinho do Sul diz respeito -, contempla, de acordo com a legislação em vigor, a condenação a trabalhos forçados num período que pode ir dos cinco aos 15 anos. E é aplicável também a quem leia livros, veja desenhos e fotos ou ouça músicas sul-coreanas. 

O jovem em causa, que estuda no liceu de Hyesan, uma cidade que se situa muito perto da fronteira com a China, foi julgado como um adulto. Uma fonte disse ao Daily NK que Han, assim foi identificado o rapaz, foi preso e condenado a 14 anos por ver o filme 'Ajeossi' ('O Homem de Lugar Nenhum', em Português), apesar de ter visualizado apenas os primeiros minutos. 

Esta "educação ideológica" que o regime pretende fazer pode, inclusivamente, levar os pais de Han à justiça. Ambos podem ter de responder por serem "culpados por associação". 

A aplicação rígida da lei pode também estar a ser usada, por parte do regime, como efeito dissuasor noutros jovens da Coreia do Norte.

Leia Também: Homem que pirateava 'Squid Game' foi condenado à morte na Coreia do Norte

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório