Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Homem que pirateava 'Squid Game' foi condenado à morte na Coreia do Norte

A sentença vai ser levada a cabo por um pelotão fuzilamento.

Homem que pirateava 'Squid Game' foi condenado à morte na Coreia do Norte

Um homem que contrabandeou cópias do êxito da Netflix 'Squid Game' terá sido condenado à morte por fuzilamento na Coreia do Norte. Transportou a série em pens USB desde a China e sete estudantes foram apanhados a ver as imagens, avança a Radio Free Asia.

O estudante que comprou uma das pens foi condenado a prisão perpétua, enquanto outros seis que assistiram foram condenados a cinco anos de trabalhos forçados. Professores e administradores da escola também foram demitidos ou enfrentam trabalhos forçados em minas remotas.

O meio de comunicação reportou a semana passada que a conhecida série já tinha conseguido fazer o seu caminho até ao país, apesar dos esforços das autoridades para a manter longe. Distópica, gráfica e violenta, a história recai sobre um grupo de sul-coreanos endividados que jogam uma série de jogos infantis de vida ou morte por uma hipótese de ganhar milhões.

A condenação destes adolescentes marca a primeira vez que o governo aplica uma lei recém-aprovada chamada “eliminação de pensamento e cultura reacionária” a menores de 18 anos. A lei acarreta a pena máxima de morte para quem assistir, tiver posse de ou distribuir meios de países capitalistas.

Leia Também: Itália adere ao fenómeno e cria uma versão simulada de 'Squid Game'

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório