Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 23º

Áustria declarou confinamento dos não-vacinados e todos saíram à rua

Alexander Schallenberg, chanceler austríaco, declarou hoje que o confinamento das pessoas não-vacinadas na Áustria é uma "medida difícil" mas que "já está a dar frutos". Hoje os austríacos acordaram para uma Áustria mais confinada, mas isso não os impediu de desfrutar das atividades no exterior, como os mercados de Natal.

Notícias ao Minuto

23:04 - 15/11/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Áustria

A Áustria enfrenta um aumento de novos casos, que atingiram o número mais elevado desde o início da pandemia, 12.000 por dia, em média, num país de 8.9 milhões de habitantes.

Para levar as pessoas a vacinarem-se, o governo declarou o confinamento obrigatório a quem opta por não se vacinar. Numa Áustria mais vacinada ou sem não-vacinados, todos se sentiram confortáveis em sair à rua e aproveitar todo o tipo de atividades.

O Chanceler realçou hoje que pretende "levar os não-vacinados a vacinarem-se, e não trancar os vacinados em casa". O objetivo destas medidas é "sair deste círculo vicioso e aumentar a taxa de vacinação", que é na ótica do governante "vergonhosamente baixa" [65% neste momento no país].

Enquanto para alguns, esta medida pode parecer um pouco exagerada, aqueles que se classificam como vacinados (porque já levaram duas vacinas) aproveitaram este dia de regresso ao confinamento. Se para um número reduzido de pessoas este é um dia de regresso a casa, para outros é um dia de sair à rua e aproveitar os mercados de Natal que já começam a abrir em algumas cidades do país.

Veja, na galeria, algumas fotografias da Áustria neste dia diferente.

Leia Também: Covid-19: Confinamento de não-vacinados "já está a dar frutos"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório