Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

'Homem Gato': Réu começa a miar e obriga juíza a interromper julgamento

Nicolas terá miado mais de 50 vezes.

'Homem Gato': Réu começa a miar e obriga juíza a interromper julgamento

Nicolas Gil Pereg, de 40 anos, está a ser julgado, na Argentina, pela morte da mãe da tia, crime que protagonizou em 2019.

O homem, natural de Israel, mudou-se para a Argentina em busca de uma nova oportunidade, tendo aberto o seu próprio restaurante neste país em 2009.

Em janeiro de 2019, a mãe e a tia juntaram-se a ele e, no dia 26 desse mesmo mês, os corpos das duas foram encontrados enterrados no quintal da casa onde viviam.

Nicolas tornou-se no principal suspeito do crime e, em tribunal, o ex-soldado protagonizou um momento insólito que acabou por levar ao cancelamento da sessão.

Assim que entrou na sala, Nicolas sentou-se num banco em frente à juíza e, quando a magistrada começou a falar, o homem começou a "miar". Esta pediu que este fizesse silêncio, pedido que não foi acatado pelo recluso.

Segundo informações da rádio argentina Positiva, Nicolas "miou" 55 vezes até ser tirado do local. A juíza acabou por adiar o julgamento e exigir que o homem fosse retirado da sala.

Já Nicolas acabou por ganhar o título de 'Homem Gato' atribuído pela imprensa local.

Leia Também: Juiz de instrução manda julgar grupo familiar por escravizar 14 pessoas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório