Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
MIN 7º MÁX 12º

Edição

Aung San Suu Kyi vai ser julgada em outubro por corrupção

A junta no poder em Myanmar vai julgar em outubro por corrupção a antiga dirigente Aung San Suu Kyi, disse hoje o seu advogado, que defende a cliente em vários casos que podem custar-lhe décadas de prisão.

Aung San Suu Kyi vai ser julgada em outubro por corrupção
Notícias ao Minuto

12:30 - 17/09/21 por Lusa

Mundo Myanmar

Aung San Suu Kyi está em prisão domiciliária desde que foi afastada pelos militares, em fevereiro, num golpe de Estado que desencadeou uma revolta popular e uma repressão brutal da dissidência.

A galardoada com o prémio Nobel, de 76 anos, já está a ser julgada por violação das restrições da pandemia da covid-19, por ter importado ilegalmente walkie-talkies e por sedição.

Enfrentará um novo julgamento por quatro acusações de corrupção a partir de 1 de outubro na capital da antiga Birmânia, Naypyidaw, declarou hoje o seu advogado Khin Maung Zaw.

Cada motivo é passível de uma pena de até 15 anos de prisão.

Os julgamentos em curso foram adiados dois meses devido a um pico epidémico e recomeçaram esta semana. A arguida não compareceu no primeiro dia por motivos de saúde.

A junta acusa-a igualmente de aceitar subornos e de ter violado uma lei de sigilo da época colonial, mas ainda não há data marcada para um eventual julgamento.

Desde que tomaram o poder, os militares têm reprimido violentamente os opositores e perto de 1.100 civis foram mortos, encontrando-se detidos 6.500, segundo uma organização não-governamental local, a Associação de Assistência aos Presos Políticos (AAPP), que registou casos de tortura, violações e execuções extrajudiciais.

O exército justificou o seu regresso ao poder alegando fraudes nas eleições legislativas de novembro, vencidas largamente pelo partido de Aung San Suu Kyi. Após terem anulado o escrutínio, os militares prometeram novas eleições até ao verão de 2023.

Leia Também: Aung San Suu Kyi falha audiência de julgamento por se sentir doente

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório