Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2021
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Afeganistão: Talibãs restauram comunicações na província de Panjshir

Os talibãs restauraram hoje os serviços de telecomunicações e internet na província afegã de Panjshir, após quase um mês de bloqueio devido a operações militares contra as forças da resistência da região.

Afeganistão: Talibãs restauram comunicações na província de Panjshir

"Com base nos esforços da Autoridade Reguladora de Telecomunicações do Afeganistão (ATRA) e das exigências dos residentes de Panjshir foram restabelecidos os serviços de telecomunicações e internet após 12 dias de esforços", disse o responsável da ATRA, Matiullah Kharoti, à agência espanhola Efe.

Por agora, apenas três empresas fornecedoras de telecomunicações estão a operar e prestam serviços em toda a província, exceto nos distritos de Dara e Hasa-e-Awal.

"Estão também em curso esforços para restaurar os serviços nas restantes partes da província de Panjshir", acrescentou.

Os serviços de comunicação e eletricidade foram cortados em Panshir há quase um mês, depois de os talibãs terem intensificado ataques armados para tomar o controlo da província, para limitar as comunicações das forças de resistência que detinham a região como último bastião contra os talibãs.

As forças da resistência, sob o comando de Ahmad Massoud, filho do lendário combatente da guerrilha afegã Ahmad Shah Massoud, resistiram durante quase três semanas contra os talibãs antes de perderem o controlo da região em 06 de setembro e se retirarem para as montanhas.

Agora sob o seu controlo, os talibãs começaram a nomear novas autoridades, incluindo Abdul Hamid Khurasani, o novo chefe adjunto da polícia da província.

Khurasani, natural de Panjshir, trabalhou durante vários anos para a Direção Nacional de Segurança, do ex-Presidente afegão Hamid Karzai.

O agora chefe da polícia foi detido, há alguns anos, pelo Governo deposto de Ashraf Ghani, sucessor de Karzai, por insultar a bandeira nacional e outros delitos menores, mas foi libertado no ano passado juntamente com milhares de prisioneiros devido à propagação da covid-19 nas prisões.

"Estou ao vosso serviço como um irmão. Pode-se viver sob a bandeira do Estado Islâmico do Afeganistão, numa atmosfera de igualdade e fraternidade. Não é preciso preocuparem-se, ninguém pode matar ninguém, levar a cabo massacres ou oprimir pessoas", afirmou Khurasani numa mensagem ao povo de Panjshir.

Além disso, apelou ainda às forças de resistência para descerem das montanhas e prometeu que os oficiais talibãs em Panjshir estão prontos a "dar-lhes as boas vindas".

Leia Também: Afeganistão. Intensifica-se atrito entre talibãs por gabinete no governo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório