Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

AO MINUTO: Israel vai dar 3.ª dose a maiores de 60. Afinal, bares reabrem

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Israel vai dar 3.ª dose a maiores de 60. Afinal, bares reabrem

Portugal registou esta quinta-feira 10 mortes atribuídas à Covid-19 e 3.009 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2. Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.330 pessoas e foram registados 963.446 casos de infeção.

Estão hoje internadas 954 pessoas com Covid-19, mais 20 em relação a quarta-feira, 208 das quais em UCI, mais oito nas últimas 24 horas. É o quinto dia consecutivo com aumento no número de internados.

O Governo esteve reunido em Conselho de Ministros, tendo sido atualizadas - e aliviadas - as medidas de restrição.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de sexta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h42 - Biden quer vacinação dos funcionários federais e propõe incentivos. O Presidente norte-americano, Joe Biden, decretou hoje um conjunto de medidas para impulsionar a vacinação contra a Covid-19 nos Estados Unidos da América (EUA), incluindo exigir que milhões de funcionários federais sejam vacinados, divulgou a Casa Branca.

23h25 - Nível de risco da matriz passa para 480 casos por 100 mil habitantes. O nível de risco na matriz de monitorização da pandemia de Covid-19 passa a fixar-se em 480 casos por 100 mil habitantes a 14 dias em vez dos atuais 240, segundo a decisão de hoje do Conselho de Ministros.

22h59 - Israel anuncia terceira dose da vacina para maiores de 60 anos. Israel vai avançar com a inoculação de uma terceira dose da vacina contra a doença Covid-19 a pessoas com mais de 60 anos, anunciou hoje o primeiro-ministro israelita, Naftali Bennett, numa declaração transmitida na televisão.

Confrontado nas últimas semanas com um aumento significativo de novos casos, provocado pela rápida disseminação da variante Delta do SARS-Cov-2 (caracterizada como mais resistente e mais transmissível), o Estado israelita vai avançar, a partir de domingo, com uma "campanha de vacinação complementar" que vai abranger pessoas com mais de 60 anos e que foram vacinadas com as duas tomas inicialmente previstas há mais de seis meses, segundo acrescentou Naftali Bennett.

22h44 - "O conhecimento sobrepôs-se, felizmente, à ignorância". Adalberto Campos Fernandes reagiu às medidas apresentadas pelo Executivo esta quinta-feira para a "libertação" do país: "Faz sentido, responde às necessidades do país, das empresas e das pessoas".

22h43 - Governo prolonga apoio à retoma progressiva às empresas. As empresas que enfrentem quebras de faturação iguais ou superiores a 25% vão poder continuar a aceder ao apoio à retoma progressiva, até a normalização da pandemia, após ter sido aprovada hoje a prorrogação em Conselho de Ministros.

22h22 - Brasil reporta mais de 1.300 óbitos pelo terceiro dia consecutivo. As autoridades de Saúde brasileiras reportam, esta quinta-feira, mais 42.283 casos de infeção por novo coronavírus, uma descida em relação ao dia anterior (48.013). São ainda confirmadas mais 1.318 mortes associadas à doença, também uma descida em relação à véspera (1.344), marcando, ainda assim, o terceiro dia consecutivo com mais de 1.300 óbitos.

21h58 - Governo prolonga situação de calamidade até 31 de agosto. O Governo prolongou hoje a situação de calamidade em Portugal Continental até 31 de agosto, no âmbito do combate à pandemia de Covid-19. "O Conselho de Ministros aprovou uma resolução que prorroga a situação de calamidade em todo o território nacional continental até às 23h59 do dia 31 de agosto de 2021 e altera as medidas aplicáveis", refere o comunicado divulgado após a reunião do Conselho de Ministro sobre o novo plano de desconfinamento.

21h25 - Angola com mais três mortos e 198 novos casos. Angola registou mais três mortos devido à Covid-19, 198 novos casos, maioritariamente nas províncias de Cunene e Lunda Norte, e 61 pacientes recuperados, nas últimas 24 horas, anunciaram hoje as autoridades de Saúde.

21h09 - Espanha reporta mais 26.689 contágios e mais 46 óbitos no último dia. O Ministério da Saúde espanhol notificou, esta quinta-feira, mais 26.689 novos casos de novo coronavírus, uma descida em relação à véspera (27.149). As autoridades sanitárias registaram, ainda, a morte de 46 pessoas nas últimas 24 horas. As autoridades confirmaram, ainda, que o índice de incidência acumulada continua a baixar e que se situa agora nos 696 casos por cada 100 mil habitantes, nos 14 dias anteriores. 

20h50 - França volta a ter mais de mil pessoas nos cuidados intensivos. O aumento do número de novos casos de Covid-19 está a ter impacto nos hospitais, havendo agora novamente mais de 1.000 pessoas nas unidades de cuidados intensivos em França, segundo as autoridades sanitárias francesas. Há atualmente 7.236 pessoas internadas nos hospitais franceses, mais 28 do que na véspera, com 1.015 pacientes internados nos cuidados intensivos, mais 23 pessoas do que na quarta-feira.

Nas últimas 24 horas foram detetados 25.190 novos casos e morreram 27 pessoas devido ao vírus.

20h36 - CORREÇÃO. Bares podem reabrir no domingo com regras dos restaurantes. Os bares podem abrir a partir de domingo, mas sujeitos às regras aplicadas aos restaurantes no âmbito da pandemia da Covid-19, esclareceu hoje o Governo. Inicialmente, tinha sido avançado que os bares só abririam em outubro, assim como as discotecas. O Governo corrigiu essa informação.

20h35 - Bolsonaro acusa tribunal de cometer crime ao endossar medidas na pandemia. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, reforçou hoje os seus ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) ao afirmar que o tribunal "cometeu um crime" ao endossar as medidas sanitárias impostas pelas autoridades locais para conter a Covid-19.

20h11 - Guiné-Bissau regista mais 53 novos casos. A Guiné-Bissau registou mais 53 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, para um total acumulado de 4.387, segundo dados hoje divulgados pelo Alto-Comissariado para a Covid-19.

19h35 - Mais 36 infetados e 56 recuperações em Cabo Verde. Cabo Verde registou mais 36 novos casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas e 56 pessoas recuperaram da doença, segundo dados avançados hoje pelo Ministério da Saúde.

19h30 - Abertura em outubro chega "tarde", diz Associação Discotecas do Sul e Algarve. A Associação de Discotecas do Sul e Algarve (ADSA) considerou hoje que a reabertura do setor a partir de outubro chega "tarde" para os espaços de diversão noturna da região, que têm "mais um verão perdido".

19h22 - Cuba notifica 8.607 casos e 68 óbitos no último dia. País tem um total acumulado de 366.985 casos de contágio confirmados e 2.628 mortes associadas à doença Covid-19.

19h19 - Conselho de Ministros. Limitação de lotação dos transportes públicos deve terminar em setembro. A limitação de lotação dos transportes públicos deve terminar no início de setembro, enquadrando-se na segunda fase de alívio das restrições para controlar a pandemia, aplicada em função da vacinação contra a Covid-19.

19h01 - Conselho de Ministros. Evolução na matriz de risco deixa de estar associada às medidas semanais. A matriz de risco utilizada pelo Governo para monitorizar a evolução da Covid-19 vai deixar de estar associada às medidas adotadas semanalmente para controlo da pandemia, anunciou hoje o primeiro-ministro, justificando a alteração com a taxa de vacinação.

18h41 - Conselho de Ministros. Espectáculos com lotação de 66% permitida a partir de domingo. Os espetáculos culturais vão passar a poder ter uma lotação de 66% dos espaços a partir de domingo, quando também poderão retomar os "horários normais". Segundo decisão aprovada hoje em Conselho de Ministros, a partir de 01 de agosto, a capacidade de lotação dos recintos para acolher espetáculos culturais passa de 50% para 66%, com limitação horária até às 02:00 em todo o território. A capacidade dos recintos para eventos culturais subirá para 75% em setembro, quando se prevê que 70% da população tenha a vacinação completa.

18h30 - Conselho de Ministros. Festas e romarias populares continuam proibidas este verão. As festas e romarias populares continuam proibidas este verão, pelo menos até ao final de setembro, por serem um fator de risco "muito acrescido" de transmissão da Covid-19.

18h18 - Primeiro-ministro descarta "resistência" dos jovens à vacinação. O primeiro-ministro, António Costa, recusou hoje que venha a existir uma resistência dos jovens à vacinação contra a Covid-19 e sublinhou que "os jovens estão ansiosos" para receberem a vacina.

17h52 - Conselho de Ministros. Medidas podem ser antecipadas, mas Governo não afasta recuos. O primeiro-ministro admitiu a possibilidade de antecipar algumas das medidas do novo plano de desconfinamento, hoje apresentado, se o ritmo da vacinação for mais rápido, mas também não afasta a necessidade de recuar se a situação epidemiológica se agravar.

17h47 - Conselho de Ministros. Teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de domingo. O primeiro-ministro, António Costa, anunciou hoje que o teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de domingo, no âmbito de uma nova fase de alívio de restrições associadas à pandemia de Covid-19. "O teletrabalho passará de obrigatório a recomendado em todas as atividades em que seja possível utilizar o teletrabalho", disse o chefe do Governo no 'briefing' após a reunião do Conselho de Ministros.

17h39 - Conselho de Ministros. Medidas passam a ter dimensão nacional. O primeiro-ministro anunciou hoje que as medidas no âmbito da pandemia de Covid-19 vão passar a ter uma dimensão nacional, deixando de existir restrições em função da situação de cada concelho. "Vamos deixar de aplicar medidas diferenciadas em função da situação em cada concelho e as medidas passarão a ter dimensão nacional", disse António Costa.

17h37 - Conselho de Ministros. Fim de restrições de horários na restauração e comércio. O primeiro-ministro, António Costa, anunciou hoje que as restrições de horários no comércio e restauração acabam em 1 de agosto, mantendo-se a obrigatoriedade de uso de certificado digital em espaços interiores aos feriados e fins-de-semana. "Eliminaremos genericamente as limitações horárias às atividades, e portanto quer o comércio, quer a restauração, quer os espetáculos, poderão retomar os seus horários normais, com uma limitação geral de tudo estar encerrado às duas da manhã", disse o chefe do Governo.

17h33 - Conselho de Ministros. Equipamentos de diversão podem voltar domingo ao trabalho em todos os concelhos. Os equipamentos de diversão, como carrosséis e jogos itinerantes, podem começar a trabalhar a partir de domingo em todos os concelhos do país. De acordo com o primeiro-ministro, os equipamentos de diversão podem funcionar a partir do próximo domingo desde que cumpram as regras da Direção-geral da Saúde (DGS) e "em local autorizado pelo município".

17h30 - Conselho de Ministros. Discotecas fechadas até outubro. As discotecas vão permanecer encerrados até outubro, mês em que poderão reabrir para clientes com certificado de vacinação contra a Covid-19 ou de recuperação da doença ou com teste negativo. Os espaços de diversão noturna estão encerrados permanentemente desde março de 2020 por causa da pandemia e poderão reabrir em outubro, quando as autoridades estimam que 85% da população portuguesa esteja com a vacinação completa.

17h26 - Conselho de Ministros. Fim do dever de recolhimento nos concelhos de maior risco a partir de domingo. A limitação da circulação na via pública aplicada aos concelhos de maior risco de incidência de Covid-19 vai deixar de ser aplicada a partir do próximo domingo. "Já a partir do próximo domingo, o fim da limitação horária da circulação na via pública", afirmou António Costa.

17h25 - Conselho de Ministros. Utilização de máscara deixa de ser obrigatória na via pública em setembro. A utilização de máscara na via pública deixará de ser obrigatória a partir de setembro, exceto em situações de ajuntamentos, segundo o novo plano de desconfinamento apresentado hoje pelo primeiro-ministro. A medida faz parte da segunda fase do plano, que deverá arrancar no inicio do mês de setembro, quando o Governo antecipa que 70% da população portuguesa tenha já a vacinação completa. 

17h15 - Contágios continuam a aumentar em Itália. As autoridades de Saúde italianas notificaram esta quinta-feira o registo de mais 6.171 novos casos de infeção por novo coronavírus, uma subida em relação ao dia anterior (5.696). As autoridades notificam ainda mais 19 óbitos referentes às últimas 24 horas, também uma subida em relação à véspera (15).

17h11 - Conselho de Ministros. Primeiro-ministro anuncia que as medidas passarão a vigorar de forma igual para todo o país, resultado de uma maior cobertura de vacinação. A limitação horária para a restauração também será abandonada.  "Eliminaremos genericamente limitações horárias para comércio e restauração", indicou o primeiro-ministro, afirmando que funcionarão "com horários normais, encerram às duas da manhã". Confira aqui todas as medidas.

17h01 - Primeiro-ministro anuncia as decisões tomadas no Conselho de Ministros. A conferência de imprensa decorre a partir do Palácio da Ajuda. Pode acompanhar aqui:

16h43 - Reino Unido com mais 31 mil casos, mortes sobem 28% na última semana. O Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico reporta esta quinta-feira mais 85 mortes associadas à Covid-19, uma descida em relação à véspera (91), mas um número que ainda se mantém elevado, quando comparado com os valores do mês anterior. São ainda notificados mais 31.117 novos casos de contágios, um crescimento em relação ao dia anterior (27.734).

16h39 - Mais de dois mil idosos do distrito de Bragança não querem ser vacinados. Mais de dois mil idosos do distrito de Bragança recusaram ser vacinados contra a Covid-19, sendo o grupo populacional com maior taxa de rejeição às vacinas nesta região, revelaram hoje as autoridades de saúde responsáveis pelo processo.

15h21 - Bruxelas espera reciprocidade após Londres retirar quarentena a vacinados. A Comissão Europeia defendeu hoje reciprocidade na União Europeia (UE) após o anúncio britânico de eliminação da quarentena apenas para viajantes europeus totalmente vacinados, lembrando que as restrições às viagens são decididas por cada Estado-membro.

15h19 - Analistas lembram que PIB vai crescer face aos piores meses da pandemia. Os analistas consultados pela Lusa para antecipar a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre, conhecida na sexta-feira, lembraram que a comparação será feita face aos piores períodos da pandemia de Covid-19 em Portugal.

15h18 - Austrália poderá manter confinamentos mesmo com a população vacinada. A Austrália, um dos países com menos casos do novo coronavírus no mundo, poderá manter a sua política de confinamentos rígidos mesmo quando tiver toda a população vacinada, disse hoje o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison.

15h01 - Mais 3.009 infetados e dez mortes no país. Portugal contabilizou, nas últimas 24 horas, 3.009 casos e dez mortes relacionados com a Covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde (DGS) divulgado esta quinta-feira, que dá conta ainda de um aumento nos internamentos em enfermaria e em unidades de cuidados intensivos. 

Os internamentos voltaram a subir. Atualmente, 954 doentes estão hospitalizados em enfermaria (20 deram entrada desde ontem) e 208 estão nos cuidados intensivos (oito a mais do que ontem). É o quinto dia consecutivo em que o número de internados em enfermaria cresce.

15h00 - Iniciámos um novo registo. Para conferir as atualizações da manhã clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Internamentos 'disparam'. Reabrir? Discotecas "preparadas"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório