Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

EUA anteveem fim de semana de fogos devido às previsões meteorológicas

A costa oeste dos Estados Unidos da América (EUA) prepara-se hoje para o pior devido a um "cocktail" de previsões meteorológicas, com trovoadas secas, vento, mercúrio elevado e seca, antevendo incêndios violentos durante o fim de semana.

EUA anteveem fim de semana de fogos devido às previsões meteorológicas

É no estado do Oregon, onde está a cidade de Portland, que os fogos estão a causar mais estragos: o Bootleg Fire, que já queimou uma área equivalente a 130 mil campos de futebol e já é maior do que a cidade de Nova Iorque.

"Eu vi as chamas a espalharem-se pela lateral do penhasco a cerca de um quilómetro da nossa casa. Recebi um telefonema para fazer as malas e ir embora. Coloquei o que pude na carrinha e os dois cães e lá fomos", disse à agência de notícias AFP Klamath Frank Lee Smith, residente no condado de Multnomah.

De acordo com o comandante responsável pela gestão de incêndios na área do Noroeste Pacífico, Rob Allen, os bombeiros continuam a "usar todos os recursos, de escavadoras a canhões de água, para intervir onde for possível", prevendo que "o calor, a seca e o vento piorem no fim de semana", tornando a tarefa ainda mais difícil.

Muito perto do estado da Califórnia, um incêndio ameaça a rede elétrica, estando as autoridades a fazer todos os possíveis para que milhões de pessoas não fiquem às escuras, como já aconteceu noutros anos.

Na Califórnia, os bombeiros inquietam-se com o avanço do designado Dixie Fire (Fogo Dixie), cuja trajetória recorda a do Camp Fire de 2018, tristemente célebre por ter quase riscado a cidade de Paradise do mapa e matado 86 pessoas, no que foi o incêndio mais mortífero dos EUA desde há um século.

As autoridades aconselharam agora os habitantes de localidade vizinhas a sair da zona.

Se 2020 foi o pior ano dos incêndios na história da Califórnia, é cada vez mais provável que 2021 bata este recorde: os fogos já consumiram duas vezes mais vegetação do que no ano passado no mesmo período, segundo os responsáveis de gestão de incêndios.

A época dos incêndios nos EUA acaba de começar, mas os fogos já estão a destruir centenas de milhar de hectares no Oeste do país e do Canadá, alimentados por uma seca alarmante.

Montana, Oregon, Arizona, Idaho, Utah, Novo México, nenhum destes Estados está a ser poupado.

"A mudança climatérica está a promover a evolução de incêndios cada vez mais perigosos e destrutivos em todo o Oeste americano", lamentaram os serviços de emergência da Califórnia.

O círculo vicioso em que a costa oeste da América do Norte está mergulhada no verão -- com ondas de calor e seca -- deverá ser adicionado, segundo a AP, uma nova previsão meteorológica: os relâmpagos.

"Estou muito preocupado com as trovoadas secas que podem cair no domingo e na segunda-feira", disse Daniel Swain, especialista em meteorologia da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).

Não acompanhadas de chuva, as tempestades secas costumam ser a causa de novos incêndios.

A situação não é muito melhor do outro lado da fronteira com Canadá. O calor e os incêndios fazem as autoridades temerem o pior.

Mais de 100 bombeiros mexicanos devem chegar a Toronto no sábado para combater os incêndios no noroeste de Ontário.

A província mais populosa do Canadá teve várias dezenas de incêndios florestais, alguns dos quais se estenderam por cerca de 20 mil hectares.

As autoridade emitiram alertas de calor, de Alberta a Ontário, e os alertas de qualidade do ar, devido ao fumo dos incêndios, foram lançados em metade das dez províncias do país.

Leia Também: Época de incêndios acaba de começar nos EUA mas a destruição já é elevada

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório