Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

Turquia elimina novo quadro do PKK no norte do Iraque

Os serviços secretos turcos assassinaram um alto responsável do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) perto de um campo de refugiados no norte do Iraque, onde Ancara intensifica as operações militares, indiciaram hoje os 'media' oficiais.

Turquia elimina novo quadro do PKK no norte do Iraque
Notícias ao Minuto

17:43 - 11/06/21 por Lusa

Mundo Media

De acordo com a agência noticiosa estatal Anadolu, os Serviços de informações (MIT) "colocaram fora de ação" Hasan Adir, designado "Salih Cirze", durante uma "operação direcionada" na proximidade do campo de refugiados de Makhmur.

Hasan Adir era um dos responsáveis do PKK para a zona de Makhmur, acrescentou a Anadolou.

A agência noticiosa turca não forneceu detalhes sobre a forma como foi morto, mas Ancara tem multiplicado nos últimos meses os ataques de 'drones' [aparelhos aéreos não tripulados] no norte do Iraque, centrando recentemente a sua ação no campo de Makhmur.

Na semana passada, o Presidente Recep Tayyip Erdogan anunciou a morte do mais alto responsável local do PKK, Selman Bozkir, aliás "Doutor Bozkir", num ataque de 'drone' no campo de refugiados.

Três civis também foram mortos neste ataque, indicou um deputado curdo proveniente deste campo estabelecido no final da década de 1990 pelas Nações Unidas para acolher os curdos da Turquia.

A Turquia afirma que o PKK, um grupo definido por Ancara como "terrorista", à semelhança dos Estados Unidos e da União Europeia, controla na prática o campo de Makhmur e tem ameaçado destruí-lo caso a ONU não adote qualquer iniciativa.

As autoridades turcas também acusam o Iraque de permanecer inativo e asseguram não terem outra opção que não seja promoveram a guerra, em solo iraquiano, contra o PKK.

Na semana passada, Erdogan comparou o campo de Makhmur aos montes Qandil -- situados mais a leste, no Curdistão iraquiano, junto à fronteira com o Irão --, a maior base do PKK, que em 1984 desencadeou uma rebelião nas regiões do sudeste da Turquia com maioria de população curda que provocou mais de 40.000 mortos.

Leia Também: Alto funcionário do PKK morto numa operação dos serviços secretos turcos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório