Meteorologia

  • 20 JUNHO 2021
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Mãe de jovem morto pela polícia no Minnesota recorda última chamada

Antes de ser alvejado, jovem falou com a mãe por uma última vez.

A mãe do jovem que foi morto pela polícia no Minnesota, Katie Wright, revelou aos jornalistas a última conversa que teve com o filho.

Daunte ligou à mãe depois de ter sido interpelado pela polícia numa operação STOP. A mulher, em lágrimas, recorda que ouviu agentes de segurança a pedir ao filho para largar o telefone e um deles terminou-lhe a chamada.

Antes disso, Katie ouviu a polícia a pedir ao filho "para desligar a chamada e sair do carro". Quando o jovem perguntou qual o motivo, o agente "disse que lhe diria depois de sair".

Depois disso, a mãe terá voltado a ligar ao filho. Desta vez, quem atendeu foi a namorada de Daunte, que contou a Katie que este tinha sido baleado. 

Recorde-se que o chefe de polícia Tim Gannon descreveu o tiroteio como "um disparo acidental", explicando que a agente em causa confundiu a arma de fogo com o 'taser'.

Na sequência disso, Minnesota foi palco de várias manifestações. Centenas de manifestantes deslocaram-se até às instalações da sede da polícia em Brooklyn Center, erguendo cartazes e gritando o nome de Daunte Wright. A polícia decretou, entretanto, recolher obrigatório, medida que foi ignorada.

Leia Também: Minnesota. Agente que matou jovem queria usar 'taser', não a arma de fogo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório