Meteorologia

  • 30 JULHO 2021
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 27º

Edição

AO MINUTO: Portugal suspende uso da vacina da AstraZeneca

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Portugal suspende uso da vacina da AstraZeneca

Portugal já administrou 1.168.215 vacinas contra a Covid-19, de acordo com o Serviço Nacional de Saúde (SNS). Neste novo balanço, o SNS esclarece que 827.508 pessoas foram inoculadas com a primeira dose, enquanto 340.707 receberam ambas as doses requeridas para a vacinação completa. 

A prevalência da estirpe britânica na União Europeia (UE) torna-se cada vez mais evidente. Segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), já foram detetados no Reino Unido e na Europa perto de 24 mil casos desta variante

A Alemanha e a França são os mais recentes países a anunciar a suspensão do uso da vacina da AstraZeneca, por causa de novos relatos de coágulos sanguíneos perigosos relacionados com este fármaco. 

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

00h03 - Termina aqui o registo desta segunda-feira. De manhã publicaremos um novo artigo no qual vai poder continuar a acompanhar os principais desenvolvimentos da pandemia em Portugal e no mundo. E, não se esqueça: se sentir sintomas relacionados com o coronavírus ligue para a Linha SNS24 - 808 24 24 24.

00h01 - A França está a investigar uma nova variante do coronavírus detetada na Bretanha, nomeadamente o grau de transmissão e se tem consequências mais graves nas pessoas afetadas, disse hoje a direção-geral da Saúde francesa.

A nova variante foi sequenciada a partir de um foco que apareceu no hospital de Lannion, no noroeste do país, com 79 casos, dos quais oito eram desta nova variante, disseram as autoridades de saúde numa declaração.

23h58 - A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que globalmente as campanhas de vacinação contra o SARS-CoV-2 continuam sem sobressaltos, apesar de um número crescente de países, incluindo Portugal, ter suspendido a administração do fármaco da AstraZeneca.

A OMS explicitou que as vacinas da AstraZeneca incluídas no programa COVAX, que envia vacinas maioritariamente para os países com menor capacidade de aquisição de fármacos, estão a ser produzidas na Índia e na Coreia do Sul, e que a suspensão em alguns países - por receios da formação de coágulos sanguíneos - diz respeito a vacinas produzidas na Europa.

23h54 - O presidente da República, Emmanuel Macron, disse hoje que França terá "novas decisões" sobre as medidas sanitárias para combater a pandemia, numa altura em que o número de contaminações aumenta na região parisiense. 

23h16 - O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, fez hoje, no momento mais crítico da pandemia, uma nova mudança de ministro da Saúde, anunciando para o cargo o cardiologista Marcelo Queiroga, em substituição do general Eduardo Pazuello.

Marcelo Queiroga será assim o quarto ministro da Saúde desde a chegada da Covid-19 a solo brasileiro, há pouco mais de um ano. 

22h58 - Os Açores vão também suspender a administração da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca, avançou hoje à Lusa o diretor regional da Saúde, adiantando que a região tem ainda cerca de 4.000 doses dessa vacina.

22h22 - O ministro da Administração Interna disse hoje que a proposta de um certificado sanitário visa ser um "facilitador" da circulação no espaço europeu, que faz sentido em paralelo com um "alargamento significativo" da vacinação contra a Covid-19. 

Segundo Eduardo Cabrita, "a comprovação de vacinação" enquanto "um elemento que facilite a circulação no espaço europeu e para o espaço europeu", deve ser vista numa "dimensão construtiva", num momento em que a aspiração de todos "é que a vacinação seja significativamente alargada nos próximos meses".

22h19 - A Madeira decidiu seguir a indicação da Direção-Geral da Saúde e suspender a administração da vacina da AstraZeneca programada no arquipélago, mantendo a da Pfizer, informou hoje a Direção Regional da Saúde (DRS). 

22h17 - Os hoteleiros algarvios mostraram-se hoje cautelosos em relação às consequências para o Algarve da decisão do governo britânico em retirar Portugal da "lista vermelha" de países cujos viajantes estão sujeitos a quarentena em hotéis no Reino Unido. 

22h13 - O Ministério da Saúde brasileiro divulgou o boletim epidemiológico desta segunda-feira, que deu conta de 36.239 novos contágios e 1.057 mortes nas últimas 24 horas. Os números são bastante mais baixos do que tem acontecido ultimamente, algo que é frequente às segundas-feiras e que se deve a atrasos no reporte de dados no fim de semana

O Brasil acumula 11.519.609 casos confirmados e 279.286 óbitos. O número de recuperados ascende a 10,1 milhões de pessoas.

21h46 - A Madeira registou 23 novos casos nas últimas 24 horas e mais 58 doentes recuperados, contando atualmente com 659 casos ativos, informou a hoje a Direção Regional de Saúde (DRS) do arquipélago. 

20h26 - Portugal tem 69 concelhos com uma incidência cumulativa a 14 dias superior aos 120 casos por 100 mil habitantes definidos pelo Governo como um dos indicadores para revisão das medidas de desconfinamento. 

20h06 - Portugal decidiu suspender a administração da vacina da AstraZeneca. "Recomendámos a interrupção do processo de vacinação com a AstraZeneca", disse Rui Ivo, o presidente do Infarmed, numa conferência de imprensa, acrescentando que foram registados dois casos de tromboembolismo no país. 

Graça Freitas, a diretora-geral da Saúde, pediu às pessoas que foram inoculadas com a vacina da AstraZeneca para se manterem tranquilas. 

O principal impacto desta decisão é o adiamento da vacinação de professores e funcionários escolares.

20h04 - O governo do estado de São Paulo disse hoje que está atento às novas variantes do SARS-CoV-2 que surgiram no país e explicou que o distanciamento social é a principal medida contra as mutações

20h01 - O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, defendeu hoje que a saída de Portugal da 'lista vermelha' britânica é "algo extremamente positivo", sendo o "reconhecimento" do "caminho" que Portugal tem feito "nas últimas semanas".

19h57 - O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) sugere o alívio de restrições às viagens, assentes em teste ou quarentena, para quem esteve infetado com Covid-19 nos seis meses antes de viajar, devendo manter outras regras. 

19h53 - A cardiologista Ludhmila Hajjar disse hoje que foi convidada pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, para assumir o Ministério da Saúde no momento mais crítico da pandemia, mas rejeitou o cargo por falta de "convergência técnica".

"A minha qualificação, os meus planos e os meus objetivos seguem uma linha, que eu acho que é distinta do governo atual. Então, só me cabe respeitar e agradecer a oportunidade", disse a médica, que defende medidas de isolamento social para travar a disseminação do vírus, ao contrário de Bolsonaro, que apelou publicamente para que a população brasileira saia à rua em prol da economia.

19h51 - As autoridades de saúde francesas referiram esta segunda-feira que foram detetados 6.471 novos casos de contaminação por coronavírus e morreram mais 333 pessoas no último dia. Em termos globais, França acumula 4.078.133 casos positivos e 90.762 vítimas mortais. O número total de recuperados é de 273 mil

19h04 - As autoridades do Reino Unido anunciaram esta segunda-feira a retirada de Portugal da 'lista vermelha' de restrições de voos. A medida entra em vigor às 4h00 da próxima sexta-feira, dia 19 de março, e abrange as regiões de Portugal Continental e as ilhas dos Açores e Madeira. 

18h59 - Portugal vai tomar uma decisão relativamente ao uso da vacina da AstraZeneca ainda esta segunda-feira. A DGS, o Infarmed e a 'task-force' vão realizar uma conferência de imprensa, que está agendada para as 19h30, nas instalações do Infarmed, para atualizarem a informação relativamente à vacina da AstraZeneca. 

18h45 - A Espanha registou desde sexta-feira 11.958 casos de Covid-19, elevando para 3.195.062 o total de infetados até agora no país e continuando a tendência descendente de novos contágios, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde

As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 166 mortes durante o fim de semana atribuídas à Covid-19, passando o total de óbitos para 72.424.

18h20 - Portugal registou hoje 96 casos de SARS CoV-2 por 100.000 habitantes e o índice de transmissibilidade (Rt) está nos 0,83, segundo o boletim conjunto da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do INSA.

18h11 - A OMS abordou a suspensão do uso da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca em conjunto com a Universidade de Oxford num número crescente de países europeus, após relatos de casos de casos de coágulos sanguíneos perigosos em pessoas que foram inoculadas com o fármaco. 

Numa conferência de imprensa, a organização das Nações Unidas esclareceu que, "até ao momento", não encontrou uma correlação entre a vacina e os casos de coágulos sanguíneos perigosos que foram detetados. Mas indicou que está a investigar a situação

“Amanhã vão reunir-se os especialistas da segurança de vacinas para analisarem os dados disponíveis e realizarem uma investigação mais a fundo, embora não pareça haver mais casos de tromboses”, referiu Mariângela Simão, a subdiretora-geral do departamento de acesso a medicamentos, vacinas e produtos farmacêuticos da OMS.

17h33 - O governo espanhol também anunciou hoje a suspensão temporária do uso da vacina da AstraZeneca

17h26 - A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) defendeu hoje que "os benefícios" da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 "superam os riscos de efeitos secundários", garantindo ainda assim uma "análise rigorosa" às situações de formação de coágulos sanguíneos em vacinados. 

"Os eventos envolvendo coágulos de sangue, alguns com características invulgares como o baixo número de plaquetas, ocorreram num número muito reduzido de pessoas que receberam a vacina", contextualiza o regulador europeu, acrescentando que "o número de eventos tromboembólicos em geral nas pessoas vacinadas não parece ser superior ao verificado na população em geral".

Ainda assim, a agência europeia assegura estar a investigar "uma série de eventos de coágulos de sangue em pessoas que tinham recebido a vacina".

17h10 - A proteção civil italiana revelou esta segunda-feira que foram identificados 15.267 novos casos de contágio por coronavírus e morreram 354 pessoas no espaço de 24 horas. No total, Itália soma 3.238.394 casos confirmados e 102.499 óbitos. O total de recuperados é de 2,6 milhões de pessoas

16h45 - A Itália suspendeu hoje o uso da vacina contra o novo coronavírus da AstraZeneca, alegando razões de "precaução", após relatos de coágulos sanguíneos perigosos na Europa relacionados com este fármaco. 

16h24 - A Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou o boletim epidemiológico desta segunda-feira, que deu conta de 256 novas infeções por coronavírus e 10 óbitos. Embora deva ser tido em conta que à segunda-feira o número de casos é habitualmente mais baixo devido a atrasos no reporte de casos durante o fim de semana, este é o número de casos mais baixo desde 7 de setembro do ano passado (249 contágios) e o número mais baixo de óbitos desde 14 de outubro (7)

Em termos acumulados, Portugal contabiliza 814.513 casos de infeção e 16.694 vítimas mortais. O número de recuperados subiu para 761 mil e os casos ativos diminuíram para 36 mil

Os internamentos registaram um acréscimo ligeiro, mas estão abaixo dos mil

16h22 - O Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico anunciou esta segunda-feira que foram diagnosticados 5.089 novos casos de Covid-19 e morreram mais 64 pessoas nas últimas 24 horas. O Reino Unido totaliza 4.263.527 contágios e 125.580 óbitos.

15h38 - A norte-americana Johnson & Johnson e a alemã IDT Biologika fecharam hoje um acordo para a produção de vacinas na Alemanha, protocolo saudado pelo governo alemão num momento em que a Europa enfrenta atrasos nas entregas destes fármacos. 

Leia Também: AO MINUTO: AstraZeneca 'reúne' ministros; 65 mil testes nas escolas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório