Meteorologia

  • 01 MARçO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Administração escolar demite-se após reunião online onde criticou pais

Professores acusaram os pais de não terem paciência para os filhos.

Todos os elementos da administração da escola Oakley Union Elementary School District, na Califórnia, nos EUA, foram afastados depois de terem sido apanhados a criticar e a gozar com os pais dos seus alunos durante uma reunião virtual que achavam ser privada.

O encontro aconteceu na semana passada numa altura em que se discutia a reabertura das escolas.

Durante a reunião, os professores acabaram por fazer comentários menos apropriados, afirmando mesmo que os pais tratavam os professores como "baby-sitters" e que apenas queriam reabrir as escolas para poderem "fumar sem que ninguém os interrompesse", fazendo alusão ao facto de os pais não terem paciência para os filhos.

A conversa, que se achava privada, estava afinal a ser transmitida em canal aberto e os professores em causa viram-se obrigados a renunciar aos cargos enquanto administradores do estabelecimento de ensino.

O superintendente escolar Greg Hetrick considerou os comentários totalmente inapropriados e emitiu um pedido de desculpas na quinta-feira.

O distrito em causa possui 5 mil estudantes, todos eles em ensino à distância desde março.

Leia Também: Investigadores, médicos e professores defendem reabertura das escolas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório