Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

AO MINUTO: Mais de cem mil euros em multas; Brasil somou 1.308 mortes

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO:  Mais de cem mil euros em multas; Brasil somou 1.308 mortes

Portugal registou esta sexta-feira 67 mortes relacionadas com a Covid-19, o número mais baixo desde o início do ano, e 1.940 novos casos de infeção com o novo coronavírus. O boletim epidemiológico da DGS revela que, nesta altura, o país contabiliza 15.821 mortes associadas à doença e 794.769 casos de contágio confirmados por teste.

Nos últimos quatro dias saíram do internamento 1.248 doentes, dos quais 115 das unidades de cuidados intensivos. E, há 19 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de sábado. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h39 - Ordem de confinamento em Toronto estendida até 8 de março. Toronto, a maior cidade do Canadá, decidiu prolongar a ordem de confinamento até pelo menos 8 de março, devido à propagação das novas variantes do coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19, foi hoje anunciado pelas autoridades locais.

23h23 - Israel vai vacinar 100 mil palestinianos que trabalham no país. A Autoridade Palestiniana anunciou hoje um acordo com Israel para a vacinação contra o SARS-CoV-2 de 100 mil palestinianos que trabalham no território israelita, país onde está a decorrer uma campanha de vacinação massiva. "Uma reunião entre os ministérios da saúde palestiniano e israelita ocorreu para tentar limitar a disseminação das novas variantes" do SARS-CoV-2, disse a tutela palestiniana em comunicado, citado pela France-Presse (AFP), acrescentando que "foi acordado vacinar 100 mil palestinianos que trabalham em Israel".

22h32 - Vai precisar de fazer um teste à Covid-19 e está em fila de espera para ser vacinado? SNS esclarece.

22h29 - Brasil aproxima-se de 245 mil mortes após somar 1.308 óbitos em 24 horas. O Brasil somou 1.308 mortes devido à Covid-19 nas últimas 24 horas e aproxima-se de um total de 245 mil óbitos (244.765) desde o início da pandemia, informou hoje o Ministério da Saúde brasileiro.

21h26 - Mais de cem mil euros cobrados em multas de violação a Emergência. Cerca de 102 mil euros foram cobrados pela PSP no âmbito das contraordenações levantadas desde janeiro a quem violou as regras do confinamento devido à Covid-19, revelou hoje aquela força de segurança.

21h25 - Dispensar segunda dose da Pfizer? "Ainda é prematuro" avançar com decisão. O coordenador da task force do plano de vacinação da Covid-19 em Portugal, o vice-almirante Gouveia e Melo, afirmou esta sexta-feira, na RTP, que a campanha precisa de ajustes "porque as vacinas que se pensavam que estavam disponíveis nesta fase reduziram-se para metade", assegurando, contudo, que isso "não significa mudar o plano", mas sim adaptá-lo "à realidade existente".

20h19 - França reporta mais 328 mortes e 24 mil novos casos de infeção. As autoridades sanitárias francesas reportam esta sexta-feira 24.116 novos casos de infeção, elevando o número total, desde o início da pandemia, para mais de 3,5 milhões de casos confirmados. O número total de mortes aumentou esta terça-feira para 83.964, com mais 328 óbitos registados no último dia.

20h08 - Promulgado diploma que alarga apoio excecional à família. O Presidente da República promulgou esta sexta-feira o diploma que alarga o apoio excecional à família e o que regulamenta a atualização extraordinária das pensões.

20h07 - Mais de 17.500 vacinas já foram administradas na Madeira. Mais de 17.500 vacinas contra a covid-19 já foram administradas na Madeira, indicou hoje a Direção Regional de Saúde, referindo que 12.262 correspondem à primeira dose e 5.259 à segunda dose.

20h05 - Macron considera que "ainda é cedo" para decidir próximos passos. A decisão das autoridades francesas de aligeirar ou agravar as medidas contra a Covid-19 deve ser tomada daqui a 10 dias e hoje foram registados 328 mortos devido ao vírus.

20h04 - Amadora-Sintra regista 199 doentes internados e pico na UCI. O Hospital Amadora-Sintra, no distrito de Lisboa, tem hoje 199 doentes Covid-19 internados, quase metade do máximo registado em 26 de janeiro, com 385 pacientes, mas o pico nas unidades de cuidados intensivos (UCI) foi registado esta semana.

19h14 - Vacina portuguesa quer estar no mercado em 2022 mas precisa de apoio. A vacina contra a Covid-19 que está a ser desenvolvida pela Immunethep, em Cantanhede, poderá estar pronta para entrar no mercado em 2022, mas para isso precisa de investimento estatal, afirmou hoje o diretor-executivo daquela biotecnológica.

19h12 - Surto na Casa do Artista com 33 infetados, cinco estão internados. O número de infetados no surto de Covid-19 na Casa do Artista, em Lisboa, aumentou, desde segunda-feira, para 33 pessoas, cinco das quais, todas residentes, estão internadas, disse hoje à agência Lusa fonte da ARSLVT.

18h20 - Sobe para cinco número de estados brasileiros com recolher obrigatório. A entrada em vigor de recolher obrigatório no Ceará e na Bahia, para reduzir a disseminação da Covid-19, elevou para cinco o número de estados brasileiros que adotaram esta medida drástica para enfrentar a pandemia.

18h10 - Rt está nos 0,66, o que indica uma redução de casos "em todo o país". O índice médio de transmissibilidade (Rt) do vírus SARS-CoV-2 está nos 0,66, representando uma tendência de redução de novos casos de Covid-19 em todas as regiões do país, anunciou hoje o Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA). "Os resultados indicam uma tendência decrescente de novos casos ao nível nacional em todas a regiões do país", refere o INSA no relatório de situação sobre a curva epidémica da infeção pelo novo coronavírus.

18h01 - Merkel apela a "agir" e aplicar multilateralismo no clima e pandemia. A chanceler alemã exortou hoje a "atuar" no multilateralismo e aplicá-lo tanto na luta climática como na pandemia de Covid-19 ou contra o terrorismo, ratificando o compromisso da Alemanha com a NATO e a defesa europeia.

17h50 - Promotores querem apoios e calendário de eventos "seja ele qual for". Os promotores de espetáculos e festivais querem mecanismos de financiamento e cobertura de risco, para fazer face ao impacto da pandemia no setor, e mantêm a esperança num calendário de eventos no verão, "seja ele qual for".

17h41 - Indicadores descem em Espanha, são notificados mais 11 mil casos e 397 óbitos. O Ministério da Saúde espanhol reporta, esta sexta-feira, um acréscimo de 11.435 casos de contágio ao balanço total, uma descida em relação à véspera (14.515). No que diz respeito ao número de óbitos, foram hoje notificados 397 vítimas mortais (ontem foi de 388).

O Ministério da Saúde confirmou, ainda, que o índice de incidência acumulada continua a descer e que se situa agora nos 294 casos por cada 100 mil habitantes, nos 14 dias anteriores. É a primeira vez que este indicador desce abaixo dos 300 casos desde o dia 5 de janeiro.

17h23 - OMS agradece novos compromissos com distribuição global de vacinas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) destacou hoje que países como os Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido anunciaram novos compromissos com o programa COVAX para uma distribuição global de vacinas contra a Covid-19.

17h06 - Itália reporta mais 15 mil novos casos, ultrapassa as 95 mil mortes. Autoridades sanitárias italianas reportam mais 348 óbitos e 15.479 novos casos no último dia. A taxa de positividade do vírus passou de 4,8% para 5,2%, ou seja, por cada 100 testes realizados, mais de cinco são positivos.

16h53 - AstraZeneca: 3 meses de intervalo entre doses da vacina dão mais eficácia. Três meses de intervalo entre as duas doses conferem mais eficácia à vacina contra a Covid-19 da Universidade de Oxford/Astrazeneca, segundo um estudo científico publicado hoje na revista The Lancet.

16h48 - Vacina da BioNTech e Pfizer pode ser armazenada a temperaturas superiores. A vacina contra a Covid-19 da BioNTech e Pfizer pode ser armazenada durante duas semanas a temperaturas mais elevadas do que as atualmente prescritas, segundo dados hoje divulgados pelos dois laboratórios.

16h35 - Brasil receberá mais 2 milhões de doses de vacina da AstraZeneca da Índia. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou hoje que deve receber até ao fim da próxima semana mais 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19, produzida pelo Instituto Serum, na Índia.

16h34 - Hospital de Viana do Castelo espera retomar cirurgias até início de março. A administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho espera "entre final de fevereiro e início de março" retomar a atividade cirúrgica programada, após a libertação de espaços até agora ocupados com doentes com Covid-19, foi hoje divulgado.

16h28 - Reino Unido com mais 533 óbitos e 12.027 contágios no último dia. O Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico reporta esta sexta-feira mais 533 mortes associadas à Covid-19, uma subida em relação à véspera (454) e o nono dia consecutivo em que este indicador permanece abaixo da barreira dos mil óbitos. Foram contabilizados, ainda, mais 12.027 novos casos de contágio, uma ligeira descida depois de ontem terem sido reportadas 12.057 infeções. Até ao momento, 4.095.269 pessoas obtiveram diagnóstico positivo no conjunto da região, que inclui Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.

15h51 - Açores. Autonomia não tem sido "bem tratada" na distribuição de vacinas. O secretário regional da Saúde do Governo dos Açores considerou hoje que a autonomia não tem sido "bem tratada" no processo de encaminhamento para o arquipélago das vacinas contra a Covid-19, mas disse compreender os constrangimentos do processo.

15h42 - Hospitais do Centro com menos de 700 internados em enfermarias. Os hospitais da região Centro registaram quinta-feira uma nova redução de doentes internados em enfermarias covid-19, sendo já menos de 700, de acordo com o relatório de hoje da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

15h30 - Estudo mostra alta eficácia da primeira dose da vacina Pfizer. Um estudo do hospital israelita Sheba, divulgado hoje e publicado na revista científica The Lancet, mostrou que a primeira dose da vacina produzida pela Pfizer reduziu as infeções por coronavírus em 75%, duas semanas depois de ser administrada.

Os resultados mostraram baixa eficácia da primeira dose nas primeiras duas semanas após sua administração, mas alta eficácia após os primeiros 14 dias. Além de identificar uma redução de 75% no número de pessoas que contraíram coronavírus, o estudo também mostrou uma redução de 85% no número de pessoas que apresentaram sintomas de Covid-19.

15h11 - Portugal conta mais 67 mortes em dia com 1.940 novos casos. Portugal regista, esta sexta-feira, mais 67 mortos e 1.940 novos casos de Covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Em termos acumulados, o país totaliza 15.821 óbitos 794.769 infeções por SARS-CoV-2.

15h00 - Iniciámos um novo registo. Para conferir as atualizações da manhã clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Número mais baixo de mortos desde 1 de janeiro. São 67

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório