Meteorologia

  • 11 ABRIL 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 20º

Edição

Serial killer e pedófilo vacinados contra a Covid-19 no Reino Unido

Internautas estão revoltados com o facto de os criminosos terem sido imunizados antes dos guardas prisionais.

Serial killer e pedófilo vacinados contra a Covid-19 no Reino Unido

A serial killer britânica Rose West, de 67 anos, foi vacinada contra a Covid-19, antes da vez da sua faixa etária, provocando revolta nas redes sociais.

De acordo com o The Sun, Rose é "obesa, tem problemas de visão e é vista como extremamente vulnerável", por isso, as autoridades de saúde britânicas decidiram antecipar a sua vacinação.

O jornal britânico revela ainda que a homicida foi mesmo imunizada antes dos funcionários da prisão.

Apesar deste benefício, Rose não reagiu bem à administração da vacina. A reclusa teve várias reações adversas e teve mesmo de receber cuidados médicos.

Quem também já foi vacinado, mas sem furar a fila, foi o músico Gary Glitter, de 76 anos, condenado por pedofilia.

No Twitter são muitos os internautas revoltados com a imunização dos dois criminosos.

“Absolutamente ridículo”, escreveu um dos utilizadores das redes sociais. Já outro salientou: “Gary Glitter, Rose West… quem mais vai tomar a vacina antes dos guardas prisionais?”.

Recorde-se que Rose foi condenada à prisão perpétua em 1995, por ter matado 10 pessoas, com a ajuda do marido, que se suicidou antes do julgamento. A maioria dos homicídios ocorreu no porão da residência do casal e muitos dos corpos das vítimas foram mesmo enterrados dentro ou perto da casa, localizada em Gloucester. O local ficou conhecido como a Casa do Horror.

Leia Também: EUA. Vencedora de programa de culinária mata filha adotiva de três anos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório