Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

EUA. Vencedora de programa de culinária mata filha adotiva de três anos

The Food Network já não vai emitir a temporada onde a homicida era protagonista.

EUA. Vencedora de programa de culinária mata filha adotiva de três anos

A vencedora de um programa de culinária emitido pelo canal The Food Network, Ariel Robinson, de 29 anos, foi detida, a semana passada, por suspeitas de matar a filha adotiva, de apenas três anos, nos EUA.

De acordo com a imprensa norte-americana, a professora da Carolina do Sul é acusada, assim como o seu marido, Jerry Robinson, de matar a pequena Victoria Rose, a quem, alegadamente, maltratavam.

A menina foi encontrada inconsciente, no dia 14 de janeiro, na casa da família, em Simpsonville, com vários “ferimentos contundentes”, revelou Kent Devil, o porta-voz da polícia de Greenville.

Pouco depois, Victoria acabou por morrer no Greenville Memorial Hospital.

Ao serem detidos, Ariel, assim como o marido, recusaram prestar declarações. Se for confirmado em tribunal que mataram a filha, estes podem ser condenados a, pelo menos, 20 anos de prisão.

Victoria era a mais nova dos três filhos adotivos do casal, que já tinha adotado, anteriormente, dois meninos.

Os Serviços Sociais tentam descobrir agora qual a melhor forma de acomodar os rapazes.

Já a The Food Network cancelou a 20.ª temporada do programa, que tinha como protagonista Ariel. Segundo vários meios de comunicação social, em agosto de 2020, Ariel Robinson, de 29 anos, recebeu 25 mil dólares, cerca de 20.500 euros, após vencer ‘Os Piores Cozinheiros da América’.

Leia Também: Saiu de casa após agressão. Marido matou-a com tiros de caçadeira

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório